Leandre busca ampliação do campus de Palmas do IFPR

No campus de Palmas [foto], há duas opções de cursos técnicos: em Alimentos e em Serviços Jurídicos (Crédito: Helmuth Kühl/Arquivo Diário do Sudoeste)

Em Brasília, na quarta-feira (15), a deputada federal Leandre Dal Ponte (PV) esteve no Ministério da Educação (MEC), para debater a ampliação do campus de Palmas do Instituto Federal do Paraná (IFPR).

Participaram da reunião o diretor geral do campus, Roberto Carlos Bianchi, a diretora de Ensino, Pesquisa, Extensão e Inovação, Débora Raquel Mergen Lima Reis, e o coordenador da Bancada Federal Paranaense, Toninho Wandscheer. Eles foram recebidos pelo secretário de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação, Tomás Dias Sant´Ana, e pelo diretor de desenvolvimento da Rede Federal de Educação Profissional, Kedson Raul de Souza.

Aproximadamente 3.000 alunos estudam no campus de Palmas do IFPR. No entanto, o campus está enquadrado na tipologia 70/45 (número de docentes e técnicos), adequada ao atendimento de no máximo 1400 estudantes. O objetivo da reunião foi mudar a tipologia da unidade e aumentar o efetivo para 150 docentes e 100 técnicos.

No início de setembro, em visita ao IFPR, a deputada tomou conhecimento da demanda. E logo na primeira viagem à Capital Federal, levou o pedido ao Ministério da Educação.

“Ninguém defende o que não conhece, mas com nosso gabinete itinerante temos a oportunidade de conhecer as demandas da nossa gente”, pontuou a deputada. Ela lembrou que, atualmente, o campus do IFPR de Palmas é o maior, em extensão, de todo o Estado do Paraná. “Maior, inclusive, que o campus de Curitiba. E o segundo maior, em número de alunos, perdendo só para o campus de Curitiba”, acrescentou.

De acordo com o diretor geral do IFPR de Palmas, que participou da reunião por videoconferência, a mudança de tipologia permitirá um melhor atendimento à comunidade de Palmas e de toda a região, e a possibilidades de expansão da oferta de cursos e vagas.