Região

Mais de 100 toneladas de alimentos são entregues a entidades socioassistenciais da região

Produção entregue pela Cofipato para entidades da micro de Pato Branco - Crédito: Arquivo pessoal

Do fim de junho até esta semana, mais de 110 toneladas de alimentos foram entregues a 52 entidades socioassistenciais nos Núcleos Regionais da Secretaria de Agricultura e do Abastecimento (Seab) em Pato Branco e Francisco Beltrão.

Esses alimentos foram entregues por cooperativas e associações da agricultura familiar através do Compra Direta Paraná — programa criado pelo Estado durante a pandemia do novo coronavírus para adquirir, de forma emergencial, alimentos para entidades socioassistenciais.

No Núcleo Regional de Pato Branco, participam somente deste programa estadual sete cooperativas e associações de produtores, sendo que destas, quatro são da microrregião de Pato Branco. Conforme o coordenador regional do Departamento de Segurança Alimentar e Nutricional (Desan) da Seab em Pato Branco, Luis Antonio A. De Matos, 21 entidades dos 15 municípios da regional são beneficiados com o programa emergencial.

Já no núcleo em Francisco Beltrão, a agente profissional do Desan, Eliane Zanrosso Zibetti, explica que participam do Compra Direta, dez cooperativas e associações. Juntas, essas instituições abastecem 31 entidades dos 20 municípios da regional.

Vendas previstas

O programa emergencial, com início do fim do mês de junho, está previsto para ocorrer até outubro. A previsão, conforme os dados da Seab, é de que até o fim do programa sejam entregues ao todo, 121 toneladas de alimentos, nas duas regionais.

Com isso, o valor pago pelo Estado às cooperativas e associações da região será, ao todo, de R$876.691,95, sendo mais de R$ 650 mil o valor programado apenas para a micro de Francisco Beltrão.

Alimentos entregues

Conforme a agente do Desan da micro de Francisco Beltrão, a maioria das entregas dos alimentos foram feitas pelas cooperativas e associações para as entidades beneficentes, quinzenalmente. Nas entregas, foram distribuídos alimentos como arroz, feijão, frutas, legumes, panificados, hortaliças, complementos, temperos e sucos.


Total entregue

Conforme o coordenador do Desan na micro de Pato Branco, até 31 de julho foram entregues 65% do total de alimentos na regional. “Estamos fechando os números de agosto e acreditamos que devemos ter entregue aproximadamente 85% da demanda”, contou.

Já na micro de Francisco Beltrão, de acordo com dados do Desan, até ontem (8) haviam sido entregues cerca de 64% do total previsto.

Aumento nas produções

Uma das cooperativas da microrregional de Pato Branco, participantes do Compra Direta Paraná, a Cooperativa dos Agricultores Familiares de Pato Branco (Cofipato), que fornece alimentos para seis municípios da região, contou ao Diário do Sudoeste que, graças aos programas criados durante a pandemia, a venda da produção dos agricultores teve um aumento de até 40% neste período. “Sem esses programas institucionais, seria bem complicado para a cooperativa esse momento”, disse a cooperativa.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima