Município de Mangueirinha realiza campanha em prol de mulheres vítimas de violência

Ação teve o objetivo de conscientizar a população sobre o “X” vermelho na palma da mão

Na quinta-feira (8), a Secretaria de Políticas às Mulheres de Mangueirinha realizou a campanha Sinal Vermelho – Para o fim da violência contra a mulher.

Neste ano, a campanha abrangeu não só farmácias como passou a contemplar também hotéis, pousadas, supermercados, lojas, bares, restaurantes, entre outros. Esses ambientes são considerados locais seguros e de apoio às mulheres vítimas de violência.

De acordo com a secretária da pasta, Rosane Maria Picolo Dorini, todos esses locais devem estar preparados para acolher as mulheres e fazer a denúncia aos órgãos responsáveis – Polícia Militar (190), Central de Atendimento à Mulher (180) e Disque Denúncia (181).

Segundo Rosane, os estabelecimentos não recebem um treinamento sobre como proceder nesse caso, apenas uma explicação de como agir quando uma mulher chegar no ambiente com um “X” vermelho na mão. “Quando ela mostrar o sinal vermelho na palma da mão, ajude-a. Faça a denúncia de forma discreta e sigilosa para não chamar a atenção do agressor. Sua atitude pode salvar uma vida”, explica.

X Vermelho

Ao ver uma mulher com o desenho de um “X” vermelho na mão, as pessoas precisam entender que ela está em uma situação de risco e pede por socorro. Como explica Rosane, o sinal significa o fim da linha pedido de socorro.

A campanha realizada na quinta em Mangueirinha foi organizada para conscientizar a população quanto ao símbolo e mostrar onde as vítimas podem pedir por ajuda.

Ao visualizar o pedido, a pessoa deve coletar o nome da vítima, endereço ou telefone, e ligar imediatamente para um telefone de emergência.

O código vermelho na mão é sinal de perigo e pedido de ajuda em todos os municípios do Paraná, não só em Mangueirinha.

Lei 20.595/21

Em 28 de maio deste ano o governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, sancionou a lei nº 20.595/2021. A lei institui o Programa de Cooperação e Código Sinal Vermelho no Paraná. Com a medida, mulheres em situação de violência doméstica ou familiar podem denunciar a condição e pedir socorro expondo a mão com a marca de um “X”, preferencialmente escrito em vermelho.

Fonte: Assembleia Legislativa do Paraná (Alep)