Região

Pastoral do Migrante realiza bazar beneficente em Coronel Vivida

As doações podem ser feitas, preferencialmente, até quinta-feira (Crédito: Imagem ilustrativa)

No próximo sábado (19), a Pastoral do Migrante da Igreja Católica de Coronel Vivida realizará a primeira edição do Bazar Beneficente, no bairro Madalozzo, das 9h às 17h. A iniciativa tem como objetivo auxiliar as famílias estrangeiras que moram no município.

Para isso, segundo Rosane Silva, coordenadora da pastoral, são necessárias doações de roupas, calçados, louças, talheres, utensílios domésticos, móveis, enfim, tudo o que estiver em condições de uso.

As doações estão sendo recebidas na secretaria paroquial, anexa à Igreja Matriz São Roque, preferencialmente até quinta-feira (17), para que o evento tenha tempo hábil para ser organizado. Também podem ser entregues no pavilhão do bairro Madalozzo [nesse caso, com agendamento].

Ainda, caso não seja possível levar em um desses dos locais, Rosane explica que a população pode entrar em contato pelo telefone da secretaria paroquial, no (46) 3232-1406, ou no (46) 9 9976-4567. “Na terça-feira (15), iremos recolher todas as doações que não forem possíveis ser entregues nos pontos de arrecadação”.

Bazar

As peças do bazar serão comercializadas a partir de R$ 2, tanto para os migrantes, como à população em geral. Ela informa que a pastoral já fez outras campanhas de doações de roupas para essas famílias.

“Entretanto, nesse momento vemos que eles precisam mais de alimentos. Devido à pandemia, algumas pessoas estão desempregadas e os alimentos acabam se tornando prioritários. Assim, tudo o que arrecadarmos, com as vendas do bazar, será revertido à compra de alimentos para destinar a eles mesmos”, explica, completando que no município há mais de 50 famílias.

Programação

Conforme a coordenadora, o bazar é uma das ações da Semana do Migrante, celebrada entre os dias 13 e 20 de junho. Neste domingo (13), haverá a celebração da Santa Missa, na qual os haitianos farão a liturgia. Na terça (15), a pastoral participará de um programa na rádio, onde os haitianos contarão um pouco das suas histórias.

Já na noite do dia 19, às 19h, haverá uma palestra também no pavilhão do bairro Madalozzo, exclusivamente para os migrantes [com o número restrito de participantes], ministrada pelo coordenador das pastorais, de Francisco Beltrão, padre Vagner; e pelo frei Alex Sandro Ciarnoscki, de Pato Branco.

Também contará com a participação do Instituto Federal do Paraná (IFPR) – Campus Coronel Vivida, que firmou parceria com a pastoral e está oferecendo curso de Português para os haitianos.

No domingo (20), a pastoral fará a entrega de uniformes de futebol [patrocinados por uma empresa] aos migrantes, que têm um time. E, fechando a programação, haverá a celebração da Santa Missa na Igreja Matriz, no domingo (20), às 19h, com agradecimento pelo decorrer da semana.

Segundo Rosane, a ideia era realizar uma programação mais ampla, porém, devido à covid-19, precisou ser adequada, tomando todos os cuidados de prevenção à doença.

“Desde já, a pastoral agradece à população e pede a Deus que retribua com saúde e prosperidade a todos que dividem um pouco do que têm, com nossos irmãos mais necessitados”.

1 comentário

1 comentário

  1. Loiva Amaral

    15 de junho de 2021 às 1:13 AM

    Que bom que Deus colocou pessoas boas no caminho dos QQ ué e precisa que seja muito abençoado .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima