População retira mais de 1,5 tonelada de lixo em Cruzeiro do Iguaçu

No início deste mês um grupo de amigos se reuniu em Cruzeiro do Iguaçu, mais uma vez, para retirar lixos das margens dos rios Iguaçu e Chopim.

A Segunda Operação Lago Limpo recolheu 1,6 tonelada de entulho das margens que banham a praia artificial de Cruzeiro do Iguaçu e da rodovia PR-473, no trajeto entre a comunidade Pedra do Ouro até a praia. A ação contou com a ajuda de aproximadamente 20 voluntários.

De acordo com Volnei Vicini, um dos responsáveis pelo mutirão, entre os objetos recolhidos foram encontrados fogões, pneus, restos de estofamento de veículo, embalagens de veneno, garrafas pet, sapatos e cadeiras plásticas.

“Algumas das coisas nós mesmos conseguimos reutilizar, fazendo uma espécie de reciclagem. O que dá para aproveitar fica ali na prainha mesmo, sendo usado para fazer boias de suporte de demarcação. Latas nós encaminhamos para o pessoal responsável da reciclagem e os demais lixos orgânicos, nós descartamos adequadamente”, explicou.

A iniciativa visa a preservação do meio ambiente e do ecossistema da região de lagos, assim como a conscientização dos moradores e turistas frequentadores da prainha.

Grupo de amigos

A ideia de fazer um mutirão de limpeza na área surgiu após um grupo de amigos que convivem desde a infância na foz do Chopim (onde o rio desemboca no Iguaçu), se mobilizar.

“É muito triste ver o homem jogando todo esse material nas margens do rio, das estradas e em lavouras. Por isso, limpamos com orgulho o local onde vivemos desde pequenos.”

Vicini fala da tristeza de ver uma grande quantidade de lixo jogada nos dois rios e às margens da rodovia. “A população tem que entender que não estamos fazendo por nós, para toda a comunidade que gosta da natureza.”

O voluntário também comenta que o baixo volume de água, devido a seca que vem sendo registrada, acaba resultando no depósito de muito lixo no entorno do lago, e nas barrancas dos rios.

Cruzeiro do Iguaçu

Com população estimada em 4.240 pessoas, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Cruzeiro do Iguaçu é reconhecido no Sudoeste por seu potencial aquático turístico.

Como o município faz parte da região Pró-Caxias, área de nove municípios que sofreram alagamento devido à construção da Usina Hidrelétrica de Salto Caxias, ela conta com uma praia artificial, algumas áreas de camping e o Santuário Diocesano de Nossa Senhora da Saúde.

Anualmente milhares de pessoas de toda região e até mesmo de outros estados visitam o local em busca de lazer.

Fonte: Prefeitura de Cruzeiro do Iguaçu