Região

Primeiro selo Susaf-PR está em Francisco Beltrão

A agroindústria trabalha com vários produtos embutidos de carne suína (Crédito: Assessoria/Prefeitura de Francisco Beltrão)

Redação com AEN

Foi entregue, na sexta-feira (14), em Francisco Beltrão, o primeiro selo do Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar, Artesanal e de Pequeno Porte do Paraná (Susaf-PR). O evento ocorreu na Coratho Alimentos, agroindústria situada na comunidade de Nova Concórdia, que produz embutidos de carne suína.

Essa certificação, impressa nas embalagens ou rótulos dos produtos, possibilita com que as agroindústrias [inspecionadas e indicadas pelo Serviço de Inspeção Municipal (SIM)] comercializem livremente os seus produtos de origem animal nos outros municípios do Estado.

O Sistema Unificado Estadual de Sanidade Agroindustrial Familiar, Artesanal e de Pequeno Porte do Paraná foi criado por lei em 2013, porém, regulamentado somente neste ano.

A iniciativa é destinada especialmente à agroindústria familiar e às de pequeno porte. A exigência é que esteja registrada no SIM. Até agora, para romper as divisas municipais, havia necessidade de registro no Serviço de Inspeção Estadual (SIP/POA).

Para o secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, é dever do Estado possibilitar que pequenas indústrias ampliem os horizontes comerciais, bem como que os produtos da agricultura familiar cheguem ao consumidor onde quer que esteja. “O selo será um indício de que o produto é fabricado respeitando os requisitos de boas práticas impostos por uma legislação moderna”, destaca.

A operacionalização desse programa une as entidades que compõem o Sistema de Agricultura do Paraná. “Chega em um momento muito adequado, pois discutimos muito o alimento seguro, e o município passa a ter mais responsabilidade para reduzir a ilegalidade e gerar renda e emprego”, diz o presidente da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), Otamir Cesar Martins.

O presidente do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR-Paraná), Natalino Avance de Souza, afirma que o programa agroindustrial familiar é um dos eixos mais importantes que o Estado tem para apoiar de forma concreta o desenvolvimento rural e a agregação de renda.

Mais agroindústrias

Conforme o secretário de Agricultura de Francisco Beltrão, Claudimar de Carli, além da Coratho, o município tem outras três agroindústrias interessadas em obter a certificação. “São empresas de queijo, embutidos e ovos, as quais, nos próximos dias, devem também receber os selos Susaf-PR”.

Ele destaca que a primeira empresa com esse selo produz vários itens, como torresmo, salame, linguicinha, cortes, entre outros. “Toda essa linha de produtos, daqui alguns dias, já estará com o selo Susaf-PR. Isso tem a grande vantagem de sair do âmbito do município. Passou de uma empresa que tinha o Serviço de Inspeção Municipal, para começar a vender para fora de Francisco Beltrão. Com isso, mais adiante, poderá conseguir também o selo Sisbi, para que possa ter direito de vender para todo o Brasil”.

Fiscalização

De acordo com a gerente de Inspeção de Produtos de Origem Animal da Adapar, Mariza Koloda Henning, o Susaf-PR compreende um conjunto de ações de inspeção sanitária e de fiscalização dos produtos oriundos da agroindústria familiar e de pequeno porte e da produção artesanal. O serviço de inspeção poderá ser feito pelo Município ou por um consórcio de municípios. O sistema é gerido por um conselho gestor e por uma câmara técnica.

Ela informa que os produtores de derivados de carne, leite, pescado, ovos e mel [interessados em aderir ao Susaf/PR] devem procurar a prefeitura da localidade onde estão sediados. O município ou consórcios, por sua vez, precisam ter o SIM estruturado e atuante, com médico veterinário responsável e um site oficial onde consta a relação dos estabelecimentos registrados no Serviço de Inspeção.

O pedido de cadastro deve ser protocolado na Adapar pelo Município, por meio do SIM, em formato digital. A indicação dos estabelecimentos que poderão se enquadrar no novo sistema também é feita pelo Município. A documentação a ser apresentada para o cadastro no Susaf-PR está descrita na Portaria 081/2020 da Adapar, disponível na página www.adapar.pr.gov.br.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima