Programa Emprega Mais Vitorino é lançado na noite de quarta-feira

Marcilei Rossi e Mariana Salles

O Município de Vitorino foi, entre os municípios com até 10 mil habitantes do Sudoeste, o que mais gerou postos de trabalho no primeiro semestre de 2021. No total, foram criados 119 postos, ao passo que também há pessoas desempregadas. É partindo dessa macroanálise que a Prefeitura Municipal lançou, na noite de quarta-feira (24), o programa Emprega Mais Vitorino, cujo objetivo é fazer a conexão entre as vagas disponíveis e pessoas interessadas em ocupá-las.

Conforme o prefeito, Marciano Vottri, o Emprega Mais Vitorino surge da necessidade de mão de obra qualificada para atender as vagas que não param de ser abertas na cidade. “Percebemos uma dificuldade muito grande de ter mão de obra disponível. Todos os estudos administrativos que fizemos comprovam que, em nossa cidade, temos pessoas que precisam ou estão disponíveis para o trabalho e temos vagas de trabalho abertas. O que falta é uma conexão e principalmente qualificar e capacitar grupos específicos para necessidades específicas. Essa é uma das finalidades do Emprega Mais Vitorino”, explica.

Para isso, o programa vai trabalhar em parceria com o Sistema S e também com capacitações e investimentos próprios. “Uma das prerrogativas do nosso plano de governo é que as pessoas de Vitorino tenham a oportunidade de trabalhar na nossa cidade para evitar deslocamento, e que sejam capacitadas para ter uma remuneração satisfatória para que, cada vez mais, as empresas privadas tenham em nossa cidade mão de obra para preencher seus postos de trabalho e atender as suas demandas”, avalia.

Os cursos serão bem pontuais, de acordo com a disponibilidade de serviços locais. “Vamos procurar trabalhar com especificidade naquilo que tem na nossa cidade ou na microrregião para que as pessoas que aqui estão se capacitem ou se habilitem em atividades bem pontuais”. O prefeito exemplifica citando a segunda maior empresa na cidade, que é do ramo de corte e costura. “É possível que tenhamos qualificação nessa atividade”, diz. Outro setor citado por Vottri é o de metalurgia, que também é muito forte. “Vamos entender, dentro do Emprega Mais Vitorino, quais as possibilidades, e formar grupos específicos para vagas que sejam mais disponíveis”.

Novos postos de trabalho

A geração de novos postos de trabalho segue em linha paralela com o novo programa, mas é feita pelo fomento da indústria e comércio, que avançam em passos largos, conforme Vottri explica. “Em breve, teremos um novo complexo industrial, com empresas se instalando na cidade. Essas negociações são comerciais e ainda estão acontecendo, por isso não é possível definir os nomes, mas grandes anúncios serão feitos em relação a instalação de novas empresas e, consequentemente, novas vagas, para o município de Vitorino ainda este ano”, alerta.

O prefeito disse ainda que há propostas de isenção fiscal e tributária como um apoio a instalação de empresas no Município, assim como está tramitando na Câmara de Vereadores um projeto que trata da criação de um complexo industrial com permutas diárias regimentadas por áreas industriais ao lado da rodovia PR-280. “É inegável o assédio que temos de empresas de toda a região que querem se instalar na cidade. Estamos muito abertos e, naturalmente, isso vai acontecer”, prevê.

Na última semana, a cidade recebeu uma área de 72 mil m² que fica na BR-158, no sentido São Lourenço do Oeste (SC), há dois quilômetros do Centro Urbano. “Ali será criado outro parque industrial, que já possui protocolo de intenção de empresas que querem se instalar nessa localidade”, diz. “Diante deste cenário promissor, o Entrega Mais Vitorino vem para dar um suporte dada a proporção que isso deve tomar nos próximos meses”, indica.

Caged

Segundo os dados do Novo Cadastro Geral de Empregos e Desempregados (Caged) divulgados pelo Ministério do Trabalho e Previdência no mês de outubro, Vitorino no mês de setembro teve saldo positivo e 34 contratações.

Ainda de acordo com os dados do Governo Federal, de janeiro a setembro deste ano, o saldo é de 138 contratações. Por sua vez, em um ano, de outubro de 2020 a setembro de 2021, o saldo é de 178.