Região

Renascença declara situação de calamidade pública

Pronunciamento da secretária de saúde (Crédito: Reprodução/Facebook)

Na terça-feira (8), a secretária de Saúde de Renascença, Simone Lorenset Guts, se pronunciou [por meio da página da prefeitura no Facebook] a respeito da situação da covid-19 no município.

“Hoje, a situação do nosso município não é diferente dos demais da região. Em boletim divulgado na segunda-feira (7), Renascença possuía 49 pessoas com o vírus ativo. Então a situação está muito crítica, preocupante”.

Ela informou no vídeo [disponível abaixo] que a fila da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na macrorregião estava naquele momento com mais de 260 pessoas.

“E da nossa região, de Francisco Beltrão, a fila com 29 pacientes e 16 na UTI clínica. Por isso, é muito grande a preocupação. Nossos profissionais de saúde estão cansados. E isso eu falo em toda a região. Renascença encaminha os pacientes para Francisco Beltrão, onde os leitos estão com ocupação de 100%”.

A secretária afirma que “esse é o pior momento da pandemia. E não podemos olhar só para o município de Renascença, mas em toda a região, porque além de não ter mais leitos, não temos profissionais [para suprir essa demanda]. Entendemos que algumas pessoas venham a ficar sem leito. Por isso, peço mais uma vez a colaboração de todos. Pois se todos se conscientizarem, vamos conseguir baixar esses números”.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima