Saúde

Síndrome da visão de computador

Hoje em dia, boa parte das atividades exercidas depende da tecnologia. Se alguém quer assistir a um filme, por exemplo, recorre à televisão. No trabalho, por sua vez, muitos exercem as suas funções à frente do computador. Ou, ainda, se há uma fila em um banco, o que fazer para se distrair? Utilizar o indispensável celular.

Assim, podemos ver que a tecnologia está ao nosso favor. Contudo, será que o seu uso excessivo também não tem pontos negativos? Um problema que vem sendo comumente observado, desde o final da década de 90 – devido à popularização do computador e da internet acessível –, é a Síndrome da Visão de Computador (SVC).

“Estudos mais recentes demonstraram uma incidência da SVC em 50 a 60% dos usuários de computador, o que é bastante considerável”, afirmou o médico oftalmologista de Pato Branco, Felipe Breowicz, que explica que essa síndrome é caracterizada por cansaço visual, associado com uso prolongado do computador.

Como é causada a SVC?

Conforme Breowicz, a visão não foi criada para encarar uma tela de computador durante muitas horas. “Monitores são compostos de pixels (minúsculos pontos), nos quais o olho não consegue foco. Dessa forma, o usuário de computador tem que ‘focar e refocar’ para manter as imagens bem definidas. Isto resulta em tensão dos músculos do olho. Adicionalmente, depois do uso prolongado do computador, é diminuída a frequência de piscar, que causa olhos secos e doloridos. Como resultado, a habilidade para focar diminui e podem ocorrer dores de cabeça e no pescoço”, descreveu.

Sintomas

O médico oftalmologista explica que, dentre os sintomas mais comuns de uma pessoa com Síndrome da Visão de Computador, “incluem-se olhos irritados e vermelhos; coceira; olhos secos ou lacrimejamento; e ainda fadiga, sensibilidade à luz, sensação de peso nas pálpebras ou da fronte, além da dificuldade em conseguir foco”, enumerou.

Maior incidência

De acordo com Breowicz, qualquer pessoa que passa aproximadamente duas horas por dia à frente do computador tem risco de desenvolver a SVC. “As causas destes sintomas são uma combinação de problemas visuais (miopia, hipermetropia, presbiopia, etc.); condições inadequadas de uso (iluminação, posição); e hábito de uso do computador impróprio (por horas sem descanso)”, disse.

Cuidados

Conforme o oftalmologista, a SVC não há cura, exceto que o uso do computador seja diminuído. Porém, em muitas profissões isso não é possível. Por isso, Breowicz recomenda algumas dicas para amenizar ou até mesmo cessar os sintomas:

– Posicionar o monitor 50 a 60 centímetros dos olhos;

– O topo do monitor deve estar na altura dos olhos ou ligeiramente abaixo;

– Se você usa documentos junto ao computador, procure mantê-los perto da tela (por meio de pranchetas com apoio ou suportes presos diretamente na lateral do monitor). Estes minimizam os movimentos da cabeça e dos olhos;

– Ilumine bem a sala do computador;

– Minimize os reflexos na tela, alterando a posição do monitor ou das luzes;

– Evite o ofuscamento. Cuidado com luzes incidindo diretamente sobre os seus olhos (como luminárias de mesa);

– A tela do computador é um grande coletor de pó e deve ser limpa frequentemente para melhorar a visibilidade;

– Se necessário, utilize um filtro antirreflexo na tela do computador;

– Descansos periódicos são importantes. O uso do computador requer longos períodos com cabeça, olhos e corpo imóveis, o que costuma ser fatigantes;

– Além das mudanças da sala e do computador, pode ser necessário o uso de óculos;

– Para continuar usando tranquilamente o seu computador, é importante procurar seu oftalmologista e ver se não está com problemas oculares ou necessitando de óculos (ou de óculos novos).

Clique para comentar
Para cima