Saúde

Verão à vista: confira dicas para evitar o inchaço

Com a chegada do Verão e as altas temperaturas, os anéis não entram mais, o corpo começa a ficar cansado das tarefas do dia-a-dia e os sapatos apertados. O excesso de calor é inimigo da circulação sanguínea e faz com que as veias se dilatem, por isso o inchaço, dor e até mesmo a sensação do ganho de peso são bem comuns nessa época do ano.

O inchaço é o acúmulo de líquidos nos pequenos espaços ao redor dos tecidos e órgãos dentro do corpo. Os locais mais comuns são pés, pernas, mãos, braços e barriga.

Outros fatores também podem causar o desconforto, entre eles obesidade, cigarro, bebidas em excesso, uso de anticoncepcionais, alteração na alimentação e o sono. Para se prevenir disso, conheça cinco medidas simples, mas que farão a diferença.

Hidrate-se
Ao tomar bastante água, o rim trabalha mais e ajuda o corpo a não reter líquidos.

Coma devagar e com a boca fechada
Comer rápido sobrecarrega o estômago e pode dilatar o abdômen.

Sem lactose
Leite, queijo e iogurte também podem ser vilões do inchaço. Consuma com moderação.

Menos sal, mais potássio
O nutriente potencializa a eliminação de líquidos. Alimentos como o abacate e banana tem boa concentração de potássio.

Faça exercícios
Praticar atividades físicas melhora a circulação sanguínea e ajuda a diminuir a retenção de líquidos.

Alimentos diuréticos que combatem a retenção de líquidos

Pernas e pés inchados, barriga com um volume fora do normal. A sensação de inchaço é uma queixa bastante comum, em especial naqueles que buscam uma reeducação alimentar para emagrecer. Conhecida como edema, essa condição é o resultado de um acúmulo de fluidos corporais que colabora para o peso extra na balança.

O problema é multifatorial, sendo o consumo excessivo de sódio, ingesta não adequada de água , baixo consumo de potássio, mal funcionamento intestinal e alteração no metabolismo hormonal, alguns fatores desencadeantes. Porém, o nutrólogo Sandro Ferraz aponta que as causas mais comuns estão relacionadas com a má alimentação. “Ao tratar o problema, é preciso readequar o cardápio e identificar quais alimentos podem estar causando a condição”, comenta.

O inchaço tem muita relação com a alimentação e, por isso, investir em alguns alimentos específicos pode ser a chave para a acabar eliminar o excesso de líquidos corporais. “Alguns alimentos possuem ação diurética, ou seja, são capazes de aumentar a secreção urinária, o que ajuda a eliminar a retenção que causa inflamações. É na urina que são expelidas as toxinas que entram no corpo, seja pelo consumo de alimentos, seja por medicamentos”, aponta.

Confira alguns alimentos que podem te ajudar a diminuir o inchaço:

Cenoura – Fonte de vitamina A, a cenoura é não apenas um alimento que auxilia na visão e no processo digestório, como um potente desintoxicante para o organismo.

Melancia – Tendo como principal componente a água, a melancia é uma fruta hidratante, rica em vitamina C, do complexo B, cálcio, fósforo, potássio e sódio. Além de ajudar na diminuição do inchaço, também auxilia no bom funcionamento dos rins, intestino e estômago.

Pepino – Fonte de água, ferro, vitamina do complexo B e C, potássio, cálcio e fósforo, o alimento também é uma boa alternativa para quem busca purificar a pele e fortalecer unhas e cabelos.

Beterraba– Seja consumida em forma de suco, cozida ou ralada, a beterraba é um poderoso diurético, além de possuir vitamina C, ferro e fósforo, auxiliando na prevenção da anemia.

Alface – Ajuda no funcionamento do intestino, além de combater o inchaço, o estresse e a insônia. É uma fonte de água, vitaminas, minerais e fibras.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima