Segurança

Cães da Polícia Civil localizam farofa recheada com cocaína

Os cães do NOC indicaram duas caixas contendo drogas destinadas aos presos- Foto: Divulgação

O Núcleo de Operações com Cães (NOC) da Polícia Civil do Paraná (PCPR), base operacional de Pato Branco, foi chamado na quinta-feira (13) para vistoriar as encomendas enviadas pelos Correios aos detentos da Penitenciária Estadual de Francisco Beltrão (PEFB). Com apoio dos policiais penais, os investigadores aplicaram os cães farejadores Hera, Kiron e Raio na vistoria de mais de 100 caixas destinadas aos presos. Os cães indicaram a presença de drogas em duas caixas.

Ao abrirem as caixas os policiais civis e penais localizaram em seu interior diversos alimentos, porém, ao vistoriarem os pacotes de farofa, que estavam nas duas caixas, acharam estranho a presenta de pequenas pedras no meio do produto. Diante da suspeita, aplicaram o reagente químico, que indica a presença de cocaína no objeto investigado, sendo que o reagente acusou positivo para a cocaína as pedras que estavam envoltas com a farofa. Segundo informações do NOC, havia de 200 a 300 gramas de cocaína no meio da farofa. A localização só foi possível graças ao faro apurado dos cães, que se não fosse por isso, iria passar batido pela revista, mostrando assim a eficácia do emprego dos cães farejadores na localização de drogas.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima