Segurança

Médica é resgatada pela polícia em cativeiro no Paraná

Tamires foi resgatada em Cantagalo, na região central do Paraná, depois de seis dias desaparecida - Foto: Reprodução RPC

A médica Tamires Gemelli Silva Mignoni, que estava desaparecida desde sexta-feira (16), foi resgatada na noite de quarta-feira (22) em um cativeiro no município de Cantagalo, na região central do Paraná.

Foram presos dois homens e uma mulher na operação, que foi comandada por uma equipe do Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial (Tigre), da Polícia Civil. Um dos acusados do sequestro seria um taxista e outro ex-vigilante de um banco.

Segundo a polícia, Tamires foi sequestrada ao sair de um posto de saúde no bairro Aldo Airolli, em Erechim, no Rio Grande do Sul, onde trabalha. Ela foi levada ao cativeiro em seu próprio carro, um Equinox, na tarde da sexta-feira. O veículo foi abandonado próximo a uma fábrica, no bairro Cristal, a cerca de 6km da unidade de saúde. Outros dois automóveis, que podem ter relação com o desaparecimento, foram localizados pela polícia.

Tamires é filha do prefeito de Laranjeiras do Sul, Berto Silva, que se manifestou sobre o resgate em uma rede social: “Valeram as orações. A Tamires acaba de ser libertada pelos grupos Deic e Tigre. Nossa menina está voltando pra casa”. (G1 Guarapuava)

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima