Polícia e IAT aplicam mais de R$ 360 mil em multas na Operação Nascente Viva

A Operação Nascente Viva da Polícia Ambiental, com apoio do Instituto Água e Terra (IAT), Ministério Público e policiais militares do 3º BPM de Pato Branco e 21º BPM de Francisco Beltrão, começou na última segunda-feira e prosseguirá até o fim de semana na região. Os policiais estão combatendo o desmatamento em áreas de proteção permanente, como matas ciliares, beiras de rios, riachos e encostas, com destruição/supressão de nascentes. Já foram atendidas 43 ocorrências e aplicados mais de R$ 360 mil em multas.

No primeiro dia da operação foram atendidas 20 ocorrências e constatados danos em áreas de preservação permanente em oito situações, com seis destruições de nascentes. Os policiais apreenderam uma retroescavadeira em Honório Serpa, com a prisão em flagrante de duas pessoas. Em Planalto, foram apreendidos dois tratores e uma serraria móvel, além de uma carga de toras de araucária em São João, com R$ 200 mil em multas.

Na terça-feira (24), os policiais atenderam mais 23 ocorrências e constataram a destruição de mais nove nascentes, totalizando R$ 160 mil em multas aos infratores, além do embargo de áreas degradadas até sua completa regeneração. Foram fechadas duas carvoarias clandestinas em Coronel Domingos Soares e apreendido um trator de esteira em Francisco Beltrão.

Os infratores serão responsabilizamos administrativamente, com multas aplicadas pela Polícia Ambiental e IAT, criminalmente com representação do Ministério Público das Comarcas e civilmente, através de ações civis públicas.