BANCO DE LEITE HUMANO SÃO LUCAS RECEBE VEÍCULO PARA AUXILIAR NAS COLETAS

No Brasil estima-se que a cada ano nasçam 330 mil prematuros ou com baixo peso, correspondendo 11% do total de nascidos no país. A doação de leite humano ajuda a salvar vidas de muitas crianças, e a conscientização e políticas públicas que incentivem a doação de leite humano são essenciais para essas crianças.

A amamentação é um ato de amor e de extrema importância para o desenvolvimento e crescimento da criança. Para o Ministério da Saúde, o Brasil é uma referência internacional na rede de Banco de Leite Humano, atualmente possui 222 bancos de leite e 220 postos de coleta. O município de Pato Branco contém um Banco de Leite Humano doado pelo Rotary Club Pato Branco-Amizade (Distrito 4640), o Rotary Club of St. Catharines (Distrito 7090) e Fundação Rotária, caracterizando um projeto com subsídio Global.

Para ampliar ainda mais a coleta do município, ocorreu no dia 21 (última sexta-feira), pela parte da manhã, em frente ao Hospital São Lucas de Pato Branco, a entrega de um carro adquirido por meio de recursos de uma emenda parlamentar e de recurso do Rotary Club de Pato Branco-Amizade.

De acordo com  Laís Munaretto, nutricionista do Banco de Leite Humano São Lucas “O carro é de suma importância para o banco de leite, pois nos possibilita ir até a casa das doadoras e realizar as orientações e a coleta no domicílio já que sabemos que muitas mulheres tem dificuldade em sair de casa logo nos primeiros dias pós parto, pois precisam levar o bebê, a bolsa do bebê, a própria bolsa, além da caixa térmica com o leite o que dificulta muito pra que a doação ocorra e desde o ano passado outro dificultador para que as doadoras se desloquem até o banco de leite é o medo de se contaminar com o vírus do COVID.”

A nutricionista explica que a princípio a prioridade será para o uso nas coletas do município de Pato Branco, porém dependendo da demanda e das parcerias crê que possa ser usado para demais atividades em municípios da regional de Pato Branco, bem como a municípios vizinhos que pertençam a outras regionais ou estados. Para esta finalidade as cidades interessadas devem entrar em contato com o Banco de Leite Humano São Lucas, com o objetivo de se inteirar sobre as condições de necessárias para poderem tornarem-se postos de coleta e/ou recebimento de leite humano (veja endereços e meios de contato ao final do artigo).

Até o momento foram atendidas 1546 crianças que se encontravam internadas no Instituto de Saúde São Lucas e no Instituto Policlínica Pato Branco. Laís destaca ainda que as principais dificuldades encontradas são as equipes reduzidas, a falta de parcerias com outras entidades, com os serviços públicos para criação de novos postos de coleta e também para a captação de doadoras e do leite doado.

Para ser uma doadora de leite humano a mulher deve ser saudável, estar amamentando seu próprio filho, ter os exames de pré ou pós-natal em dia, não fazer uso de drogas ilícitas, bebida alcóolica e de cigarro (ainda se permite doação se a mulher fumar no máximo 10 cigarros ao dia), tenha produção de leite excedente e também é necessário preencher a ficha cadastral. Para isso pode se dirigir até o Banco de Leite Humano São Lucas na Rua Dr. Sílvio Vidal, nº 75, sala 203 (2º andar). Se não puder ir até o local entrar em contato pelo telefone: (46) 3312-1161 ou pelo WhatsApp (46) 98821-8069.

Legenda foto: Entrega do veículo ao Banco de Leite Humano e Coleta de Leite Humano com o veículo doado.

Crédito da foto: Saggin Fotografias (Entrega do Veículo) e Banco de Leite Humano São Lucas (Coleta de leite Humano)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.