Sudoeste Tecnológico

Mogo Smart conquista cada vez mais empresas no setor de food service

Blocos e mais blocos de papel; escritas que, às vezes, não conseguem ser compreendida pelo colega; sem contar a questão do tempo que demanda aos garçons irem até a cozinha encaminhar pedidos dos clientes.

Esses são apenas alguns dos vários pontos que podem ser solucionados com o software Mogo Smart, criado há oito anos e que tem conquistado cada vez mais empresas no setor de food service, otimizando o trabalho.

Desenvolvido pela empresa pato-branquense Mogo Smart, a ferramenta é destinada a bares, restaurantes, panificadoras, sorveterias, fast-foods, coffee shops, além de lojas de conveniência e delivery; e está presente em 18 estados.

Conforme Flavio Cesar de Medeira, fundador e CEO da Mogo Smart, a princípio, o software era voltado somente à parte de atendimento. Com o passar do tempo, o produto foi se desenvolvendo e a empresa tornou-se especialista em automatizar processos dentro de bares e restaurantes.

Agora, em uma mesma ferramenta, os estabelecimentos que possuem o Mogo Smart podem organizar e realizar a emissão de pedidos para a área de produção, sincronização dos pedidos com o caixa, autoatendimento nas balanças de buffet por quilo; autoatendimento para os clientes poderem fazer os pedidos em mesas, por meio de QR code; e autoatendimento também no pagamento, uma vez que o cliente pode fazer pelo próprio celular. Ainda, otimiza a parte de fechamento de comandas e de caixa.

“Inicialmente, tínhamos um produto bastante voltado para que as empresas atendessem bem o cliente final. Depois o nosso software se desenvolveu e se transformou em algo utilizado também na gestão da empresa. Em que a empresa pode cuidar as partes financeira, de controle de estoques, de emissões fiscais, bem como o controle de entradas e saídas em geral”, diz Medeira, acrescentando que essa automação proporciona aos estabelecimentos a redução de seu custo operacional.

Pesquisa

Antes de iniciar o desenvolvimento do software, a Mogo Smart realizou pesquisas de mercado, em 2012, nas quais constatou que menos de 40% das empresas tinham algum tipo de sistema para auxiliar no processo de atendimento ao cliente ou processo de gestão. “Percebemos que ali existia um mercado muito grande; e poderíamos ajudar construindo uma ferramenta que pudesse padronizar rotinas de atendimento ao cliente; trazendo mais agilidade e precisão na hora de atendê-lo. Pois constatamos, na época, muita falta de controle, seja no atendimento ou na gestão”, observa o CEO.

Início

A Mogo Smart iniciou as suas atividades na incubadora tecnológica, em 2012, onde foram feitos inúmeros estudos, pesquisas e validações. “Estivemos muito tempo dentro dos estabelecimentos dos nossos primeiros clientes, para que pudéssemos não só desenvolver uma ferramenta tecnológica interessante, mas que tivesse funcionalidades a fim de ajudá-los de fato. Nada burocrático, mas muito prático no seu dia a dia”.

Para atender os clientes espalhados na maioria dos estados brasileiros, a Mogo Smart conta com profissionais qualificados nas áreas de desenvolvimento (tecnologia), implantação, suporte, comercial, marketing e administrativa.

Hoje a empresa está situada no Centro de Pato Branco; e no início do próximo ano será inaugurada nova sede, com cerca de 600 metros quadrados de área construída.

Além disso, devido ao crescimento acelerado, a Mogo Smart, em janeiro de 2021, passará a contar com um profissional presencialmente em São Paulo. “Uma pessoa da equipe irá para lá, a fim de cuidar das partes comercial, de implantação e de treinamento. Esse será um passo bem importante. Inclusive, em breve teremos escritório físico também”, revela o CEO.

Evolução

Ao contrário de alguns boatos, de que a Mogo Smart teria sido vendida, Medeira afirma que a empresa “realmente foi sondada para ser adquirida por algumas corporações maiores. Porém, nunca foi realizada negociação ou efetivada aquisição, compra ou algo nesse sentido. A Mogo Smart hoje é uma empresa que continua independente, evoluindo cada vez mais”.

O crescimento é tão expressivo que, além do software, recentemente a Mogo Smart lançou outro produto. Trata-se de um cardápio digital, em um canal de vendas próprio. “Essa plataforma tem dois planos: um pensando no delivery, um cardápio para quem quer pedir em casa. O cliente faz o pedido e, automaticamente, cai lá na linha de preparo, sincronizado com o caixa, nota fiscal, controle de estoque, enfim, tudo integrado com o Mogo Smart”, explica.

O segundo plano, de acordo com Medeira, é o autoatendimento para o local. “Nesse caso, o cliente chega, aponta o celular dele mesmo para o QR code na mesa e, instantaneamente, abre o cardápio digital, podendo ele mesmo fazer o pedido; nesse caso também sincronizado com todo o sistema”.

Medeira destaca que a Mogo Smart é pioneira “em oferecer o autoatendimento nas balanças de restaurantes buffet por quilo; e em desenvolver um software para o setor de bares e restaurantes, totalmente on-line, na nuvem”.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima