Sudoeste Tecnológico

Pato Branco: vitrine tecnológica

O Parque dos Dinossauros foi uma das grandes atrações na Inventum de 2019 Crédito: Rodinei Santos/Assessoria PMPB

Júlia Heimerdinger*

Pato Branco é uma cidade referência quando se trata de tecnologia e inovação. Por essa razão, no dia 27 de outubro desse ano o município tornou-se oficialmente a Capital Tecnológica e Inovadora do Estado do Paraná.

Através desse reconhecimento, também a comemoração da honraria passa a ser estabelecida no Calendário de Eventos Turísticos do Paraná, durante a Semana da Tecnologia e Inovação, que é celebrada anualmente entre os dias 16 e 22 de outubro.

De acordo com o secretário municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcos Vinícius De Bortolli, o município é um modelo recomendado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações. “Pato Branco é reconhecida como referência de cidade tecnológica, com o projeto de cidade tecnológica no Brasil, então nós temos vários índices que comprovam isso e também recebemos comitivas praticamente todos os meses de prefeitos e de interessados em conhecer o nosso modelo” relatou De Bortolli.

Consequentemente, Pato Branco, realiza eventos grandiosos que envolvem tecnologia e inovação. Eventos que mobilizam toda a comunidade pato-branquense e visitantes de vários lugares do Brasil, inclusive do exterior. Nessas oportunidades, é possível ter o conhecimento de todas as ações que o município está desenvolvendo em tecnologia e inovação, assim expandindo o conhecimento para além da cidade.

“Os eventos de tecnologia interferem na cidade no seguinte sentido: eles proporcionam além do conhecimento, proporcionam inúmeras atividades econômicas, as empresas vêm para Pato Branco por conta desse ambiente”, destaca De Bortolli acrescentando também que atualmente existem em torno de 100 empresas de tecnologia em Pato Branco, que faturam acima de 800 milhões por ano, sendo uma taxa de crescimento de 15,20%, e empregando mais de três mil pessoas.

A feira Inventum já é consagrada na cidade desde 2013, sempre acontecendo nos anos ímpares. O evento anual TecSul que iniciou em 2006 possuí uma visão tecnológica e empreendedora. Também em 2017, a Campus Party, um dos maiores eventos de tecnologia e inovação do mundo aconteceu em Pato Branco.

Inventum: feira de ciência, tecnologia e inovação

A feira Inventum é uma ação de várias entidades que tem como objetivo comprovar a produção científica, tecnológica e inovações produzidas, assim demonstrando a excelência de Pato Branco na área.

São realizadas palestras e eventos que envolvem as áreas de empreendedorismo, tecnologia e inovação, para o setor acadêmico e empresarial. Outro ponto importante é a motivação para o surgimento de ações inovadoras e a aproximação da comunidade pato-branquense ao espaço tecnológico, assim democratizando o acesso à cultura tecnológica, inclusive na educação básica.

Além disso, a feira também possibilita para a população oportunidades de ampliar o conhecimento acerca da ciência e tecnologia. Assim, sendo uma forma de gerar maiores oportunidades no mercado de trabalho e maior inclusão social.

Em resumo, o grande objetivo da feira é dar visibilidade para os projetos de ciência, tecnologia e inovação que acontecem em Pato Branco, através de uma construção coletiva. Além de popularizar e aproximar a população pato-branquense no mercado da tecnologia.

De acordo com o secretário municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação a cidade sempre aceitou muito bem a Inventum. E os números comprovam que a cada nova edição o total de visitantes aumenta.

Em 2013 a feira calculou 32 mil visitantes e contou com cinco eventos, totalizando 50 horas. Em 2015 o número dobrou, 60 mil pessoas visitaram a feira, contendo dez eventos, somando 100 horas de evento. Já em 2017 a feira computou 110 mil visitantes e 30 eventos, equivalente a 300 horas. Na última edição da feira, ultrapassou o número de 180 mil visitantes, 1.242 horas de programação, 73 palestras com 89 palestrantes, 98 expositores e 136 espaços utilizados ao longo da feira. A próxima edição está prevista para ano que vem, em 2021.

“Eu acho que as grandes competições que envolvem as escolas, as crianças, porque todas as escolas municipais pretendem participar da Inventum, então acho que essa é a grande sacada da feira”, relata De Bortolli sobre a importância da participação da comunidade pato-branquense na Inventum.

Segundo De Bortolli a edição de 2019 foi uma das mais grandiosas. Ela contou com mostras, atrações, eventos e competições. “Foi uma aposta que nós fizemos ano passado, que foi o Parque dos Dinossauros, o Mundo Jurássico, pra mim, o Museu Egípcio que também teve uma população fantástica de público, e a Corrida Maluca, que é uma das grandes ações da Inventum”.

Financeiramente a feira tem patrocínio das entidades, mas o maior patrocinador é a prefeitura, que entra com o orçamento e também ofertando a estrutura para a feira. “As principais parcerias da feira são as empresas locais, o município de Pato Branco que é quem realiza e as universidades que tem papel gigantesco, a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR-Pato Branco), a faculdade Mater Dei e a Unidep, são as principais parcerias”, informa De Bortolli.

“A importância dela para Pato Branco é a visibilidade nacional que dá em função de toda a mídia gerada, de todos os visitantes, que vai consagrando então, obviamente, como a capital tecnologia, por isso que nós recebemos o título de capital tecnológica e inovadora do Paraná” conta o secretário comentando também que é um trabalho de muito tempo, de aproximadamente 20 anos.

O Museu Egípcio teve grande público na edição da Inventum em 2019
Crédito: Rodinei Santos/Assessoria PMPB

TecSul: evento de tecnologia

O TecSul surgiu a partir da ideia de juntar as diversas semanas acadêmicas do curso de sistemas do Mater Dei e da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR-Pato Branco) e da Unidep, a intenção foi unir as três universidades para a área de tecnologia.

Com edições anuais desde 2006, o TecSul tem como objetivo estimular a vocação inovadora e aproximar a tecnologia da população com o intuito de construir o conhecimento e estimular a troca de experiências no âmbito da gestão, tecnologia e inovação, visando fortalecer o empreendedorismo local.

É um evento com visão tecnológica e empreendedora, que conta com a participação de professores, acadêmicos, empresas, organizações e Instituições de Ensino Superior.

Nesse ano, devido a pandemia, o evento aconteceu de maneira remota, de 12 de setembro à 08 de novembro. “Atendeu e surpreendeu as expectativas, nós tivemos 8500 visualizações e nós tivemos grandes nomes, inclusive palestrantes de fora, como de Sidney na Austrália, de Bristol, dos Estados Unidos, o próprio ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes que realizou a palestra principal do evento, então teve mais de 100 ações e realmente supriu nossas expectativas” avaliou De Bortolli.

Nessa edição de 2020, o evento contou com mais de 100 atividades, 215 horas de programação, 1552 inscritos, 30 palestrantes, 150 pessoas na organização, 31 entidades envolvidas e 21 patrocinadores.

“É um evento que mobiliza a comunidade acadêmica e empresarial, relacionado a ciência tecnologia e inovação e cultura, então isso traz a movimentação, traz pessoas de fora, pra conhecer mesmo que virtualmente, saber o que está acontecendo aqui” enfatiza De Bortolli, acrescentando também que é um evento realizado especialmente para a comunidade pato-branquense.

A edição de 2020 aconteceu de maneira virtual por conta da pandemia
Crédito: Rodinei Santos/Assessoria PMPB

Campus Party: maior experiência internacional em relação a inovação e criatividade

É um dos eventos mais tradicionais do segmento de inovação no Brasil, a Campus Party é uma feira de tecnologia regada na cultura maker, contendo palco de desafios de robótica e programação, além de conter workshops e palestras. Com 83 edições em todo o mundo, a Campus Party é a maior experiência internacional baseada em inovação e criatividade.

Em 2020, por conta da pandemia, pela primeira vez em sua história aconteceu em versão digital, simultaneamente em mais de 30 países. A edição foi gratuita e beneficente, em prol dos Médicos sem Fronteiras (MSF).

Nos dias 14 e 15 de outubro de 2017, a Campus Party aconteceu em Pato Branco, dentro feira Inventum, assim sendo um marco história para a cidade se tratando de tecnologia, sendo a primeira cidade de interior a sediar a Campus Party.

Durante os dois dias de evento mais de 70 palestras nacionais e internacionais aconteceram em quatro palcos: Principal, Ciência e Inovação, Criatividade e Entretenimento e Empreendedorismo. O palco Empreendedorismo fazia parte da área Open, que era gratuita e aberta ao público.

Além de palestras sobre empreendedorismo, também contou com atividades com drones, espaço de robótica, oficinas makers, simuladores, entre outros. O evento ainda contou com a presença de 2.000 participantes, 90 horas de conteúdo, 20 Giga de alta velocidade de internet e 24 horas de non-stop.

Uma das grandes atrações da Campus Party foi o ator americano Beakman, que comandava na década de 1990 o programa “O Mundo de Beakman”, um programa educativo sobre ciência. A apresentação foi em inglês, mas contou com tradução simultânea.

Durante a apresentação ele realizou alguns experimentos para explicar as reações científicas, interagindo com a plateia e escolhendo alguns para cobaias. Outra grande apresentação foi dos irmãos Piologo, do Mundo Canibal, e do engenheiro e astronauta Marcos Palhares, que planeja ir para o espaço, ele será um dos pioneiros civis no espaço.

Outro grande nome foi o ativista de software livre e idealizador da Campus Party no Brasil, Marcelo Branco, ele realizou a palestra de abertura no principal palco do evento, ele dialogou sobre a revolução digital e os problemas em relação à democracia representativa.


Durante a apresentação Beakman realizou alguns experimentos para explicar as reações científicas
Crédito: Rodinei Santos/Assessoria PMPB

*Estagiária do Diário do Sudoeste

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima