Empresário pede rescisão de Guerrero e critica Internacional: ‘Falta de respeito’

Vinícius Prates, empresário do atacante Paolo Guerrero, confirmou, por meio de nota, que foi feito pedido de rescisão contratual do peruano junto ao Internacional. A diretoria colorada afirma não ter recebido oficialmente a solicitação e pretendem discutir a situação internamente.

-- 2 Notícia --

De acordo com o posicionamento do empresário, as constantes declarações do comando do Internacional sobre a situação do contrato do atleta teriam causado incômodo e representaram para o atacante “falta de respeito”. Guerrero tinha intenção de dar andamento às conversas sobre sua permanência ou saída da equipe gaúcha após retomar seu bom desempenho físico.

-- 3 Notícia --

“O jogador está insatisfeito com as recentes declarações públicas que os dirigentes do clube vem fazendo constantemente sobre a situação contratual do atleta. O atleta, junto com seu empresário, pediram a rescisão contratual já que ambos entendem que existe uma falta de respeito dos dirigentes com o jogador que sempre foi profissional e dedicado ao clube”, relatou Vinícius Prates.

Com 37 anos, Guerrero tem contrato com o Internacional até o fim de 2021. Chegou à equipe colorada em agosto de 2018, após disputar a Copa do Mundo pela seleção peruana. Em 2020, o jogador sofreu uma grave lesão no joelho e não pôde atuar pelo restante da temporada.

“Desde que chegou ao Internacional, sempre se dedicou integralmente, pedindo inclusive dispensa da seleção de seu país para defender o clube. No período em que esteve lesionado, Paolo investiu particularmente em sua recuperação e esteve a disposição da equipe em tempo recorde. Independente de qualquer situação, Paolo desperta interesse de diversos clubes do Brasil e do mundo, mas nunca expôs tais situações por respeito e ética ao Internacional, atitude diferente tida por parte dos dirigentes atuais”, finalizou a nota do empresário do peruano.

-- 5 Notícia --
você pode gostar também

Comentários estão fechados.