Garotos de Xerém comemoram a primeira final com o Fluminense

Os garotos formados nas categorias de base do Fluminense tiveram papel determinante para levar o time à final do Campeonato Carioca, neste domingo, com a vitória por 3 a 1 sobre a Portuguesa, no Maracanã, no segundo jogo da semifinal. Criados em Xerém, Gabriel Teixeira e Kayky marcaram e comemoraram a chance de disputar a primeira final da carreira.

Com apenas 17 anos, Kayky é chamado, nos bastidores do Fluminense, de Neymar canhoto. Não à toa já foi negociado com o Manchester City, da Inglaterra. Titular absoluto do time Roger Machado, foi poupado no início do jogo, mas saiu do banco de reservas para decidir o jogo, com um gol e uma assistência.

“Feliz por ajudar a equipe com passes, gols. É uma final importante para nós, com certeza nós vamos em busca desse título aí”, comentou a joia tricolor.

Autor de outro gol neste domingo, o atacante Gabriel Teixeira, o Biel, garantiu o foco na Copa Libertadores. Ele recebeu passe de Kayky e chutou no alto. Na quarta-feira, o Fluminense encara o Santa Fé, da Colômbia, pela quarta rodada da fase de grupos.

“Sensação boa fazer gol na semifinal, de ajudar a equipe a passar para final. É minha primeira decisão na carreira. Vamos trabalhar no final de semana porque agora é Libertadores. Virou a chave. É continuar trabalhando e que venha quarta-feira”, encerrou o atacante.

O zagueiro Lino se emocionou ao falar da mãe e acha que o Fluminense está no caminho certo, mesclando jovens talentos com alguns jogadores mais experientes. “É uma fórmula que está dando certo. O nosso grupo é bem qualificado e vai ficar mais forte com o decorrer da temporada”, finalizou.