Esportes

Luisa Stefani bate favorita e fura quali de simples de torneio WTA 125 na França

Após a eliminação precoce, ainda na primeira rodada do WTA 1000 de Madri, na Espanha, a tenista brasileira Luisa Stefani entrou no qualifying de simples e venceu tenista favorita neste domingo garantindo vaga na chave principal do WTA 125 de Saint Malo, na França, evento no saibro com premiação de US$ 115 mil (R$ 624 mil).

Atual 26.ª do mundo de duplas e 771.ª colocada em simples, a brasileira derrotou a japonesa Kurumi Nara, sexta cabeça de chave e número 153 do ranking da WTA, por 2 sets a 1 – com parciais de 6/1, 1/6 e 6/4, após 1 hora e 49 minutos. A tenista oriental tem um título na carreira – Rio Open de 2014, no Brasil – e final em Washington, nos Estados Unidos.

Stefani aguarda a adversária na chave principal que só sairá nesta segunda-feira. “Muito feliz com a vitória, passar direto para chave, nem sabia que era, mas melhor ainda. Joguei super bem o primeiro set no meu estilo de jogo, variando bastante, usando bem o slice, drop-shot, batendo, sacando bem, meu jogo pouco convencional. Segundo set deixei escapar chances no começo, mas voltei bem pro terceiro, sacando melhor, mais inteligente, da maneira que tinha que jogar e foi ótimo. Bom começo e aproveitei bastante a oportunidade de jogar simples na quadra. Animadíssima para a próxima”, analisou.

Nas duplas, Stefani e a americana Hayley Carter, a quinta melhor parceria de 2021, são as cabeças de chave 1 e ganharam “bye” na primeira rodada. Elas estreiam nas quartas de final diante das vencedoras do duelo entre a alemã Vivian Heisen e a sueca Cornelia Lister contra a suíça Leonie Kung e Kurumi Nara. A estreia nas duplas ainda não tem data marcada.

NA ESPANHA – O grande começo de temporada da checa Karolina Muchova ganhou mais um capítulo. Depois de fazer grande campanha no Aberto da Austrália, indo até as semifinais, neste domingo ela derrotou a campeã do primeiro Grand Slam do ano na segunda rodada do WTA 1000 de Madri, marcando parciais de 6/4, 3/6 e 6/1 para cima da japonesa Naomi Osaka.

A checa conquistou a sua terceira vitória sobre uma rival do Top 10 nesta temporada e a 10.ª em sua carreira no geral. Ela precisou de 1 hora e 49 minutos para derrubar a cabeça de chave 2 e avançar às oitavas de final. Sua próxima adversária virá do confronto entre a grega Maria Sakkari e a estoniana Anett Kontaveit.

O domingo foi de sensações opostas para duas ex-número 1 do mundo em Madri. Enquanto a romena Simona Halep fez valer a condição de terceira favorita e anotou a sua segunda vitória na competição, a belarussa Victoria Azarenka sentiu uma lesão nas costas e sequer entrou em quadra, abandonando o torneio.

Após largar bem na busca pelo tricampeonato no saibro madrilenho, Halep obteve mais um grande resultado, batendo a chinesa Saisai Zheng em sets diretos e com direito a “pneu”, gastando 1 hora e 20 minutos para anotar o placar final de 6/0 e 6/4 que a garantiu nas oitavas de final.

O próximo obstáculo no caminho da atual número 3 do mundo deve ser bem mais complicado em relação aos dois últimos. Ela enfrentará a belga Elise Mertens, cabeça de chave 13, que derrotou a ucraniana Elena Rybakina com parciais de 7/6 (7/4) e 7/5. Halep tem vantagem o retrospecto contra Mertens, vencendo quatro dos cinco duelos anteriores.

Duas vezes finalista em Madri e 12.ª pré-classificada, Azarenka foi forçada a desistir de sua partida contra Jessica Pegula devido a uma lesão nas costas. A americana avançou sem jogar e agora terá pela frente outra belarussa, a cabeça de chave 5 Aryna Sabalenka, que bateu a russa Daria Kasatkina em sets diretos, com duplo 6/3.

Para cima