Esportes

Messi reúne elenco do Barça em churrasco, quebra protocolo e pode ser multado

Na última segunda-feira, Lionel Messi reuniu em sua casa jogadores do elenco do Barcelona para uma confraternização. O churrasco tinha como objetivo unir o elenco em torno do sonho de conquistar mais um título do Campeonato Espanhol e comemorar o título da Copa do Rei. No entanto, a reunião quebrou os protocolos estabelecidos pelo governo catalão e pela liga espanhola.

Ciente da situação, a organização do Campeonato Espanhol abriu procedimento para apurar o ocorrido. O passo seguinte será um processo disciplinar contra os jogadores. No caso do governo da Catalunha, Messi poderá receber multa de até 60 mil euros, cerca de R$ 392 mil. Para o evento, foram convidados os atletas do Barcelona, além de jogadores oriundos da base, como Óscar Mingueza, Iñaki Peña, Konrad de la Fuente, Arnau Tenas e Ilaix Moriba. Também foi chamado Pepe Costa, uma espécie de conselheiro e braço direito do craque argentino.

Os convidados compareceram junto com suas esposas e, mesmo dispostos a céu aberto e alocados apenas seis pessoas por mesa, romperam com a bolha proposta pelo futebol espanhol e as regras de distanciamento social da Catalunha, que estabelece que não pode haver reunião com mais de seis pessoas que não sejam de seu convívio familiar. O presidente interino do governo catalão, Pere Aragonés, criticou a atitude dos jogadores do Barcelona e afirmou que pessoas públicas deveriam servir de exemplo para os demais.

“Teremos de ver se é necessário dar um passo a mais. Existem processos e procedimentos estabelecidos. Mas queremos fazer uma convocação a todos, não somente para cumprir as medidas, como também para as pessoas com responsabilidade pública, que deveriam cumprir os protocolos de maneira mais intensa, porque servem de exemplo”, disse Aragonés.

O Barcelona tem missão complicada pela frente. No próximo sábado, recebe, no Camp Nou, o líder do Campeonato Espanhol, o Atlético de Madrid. Os time da capital têm 76 pontos, dois a mais que os catalães. Em caso de vitória, o time de Messi pode tomar a ponta do torneio, se o Real Madrid tropeçar diante do Sevilla, no domingo. Restam quatro rodadas para o fim do campeonato.

Para cima