Seleção feminina de handebol bate Hungria e conquista primeira vitória em Tóquio

Após estrear nos Jogos Olímpicos de Tóquio empatando com as russas, a seleção feminina de handebol encarou a Hungria no final da noite desta segunda-feira, horário de Brasília (final da manhã de terça no Japão), e saiu de quadra comemorando a primeira vitória na competição. Com uma atuação sólida, as brasileiras venceram por 33 a 27, em mais um duelo no Yoyogi National Stadium.

O resultado deixa o Brasil com três pontos na disputa do Grupo B, formado por ROC (Comitê Olímpico da Rússia), Espanha, França, Hungria e Suécia. Já o Grupo A tem Holanda, Montenegro, Coreia do Sul e Angola. Ao final da primeira fase, os quatro melhores colocados de cada chave avançam às quartas de final.

Apesar de derrotas em amistosos recentes contra as húngaras, a seleção mostrou que a história é outra quando a disputa envolve o sonho de conquistar uma medalha olímpica. O início do jogo sinalizou a chegada de um novo revés, já que as adversárias chegaram a abrir uma vantagem de 4 a 1 no placar, mas o cenário não assustou as brasileiras.

O empate por 4 a 4 veio com gols de Alê, Bruninha e Larissa, abrindo caminho para Duda Amorim conseguir a virada. A partir daí, a Hungria não conseguiu reverter em nenhum momento da partida e foi dominada por um Brasil bastante seguro. Assim, o primeiro tempo terminou com vitória por 17 a 11.

Na etapa final, a superioridade prevaleceu do lado brasileiro. Ainda que a Hungria tenha dado sinais de reação em alguns momentos, não foi o suficiente para ameaçar a vitória do Brasil. A vantagem chegou a ser de nove gols, mas a pressão final do time europeu fechou o jogo com 33 a 27 no placar.

O próximo adversário da seleção brasileira será a Espanha, em duelo marcado para as 23 horas de quarta-feira, no horário de Brasília. O jogo é válido pela terceira rodada.