Outono terá veranicos, nevoeiros, geadas e diminuição das chuvas no Paraná

O outono chega nesta quarta-feira (20) trazendo consigo mudanças significativas no clima do Paraná. De acordo com o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar), o primeiro dia da estação será marcado por temperaturas abafadas e quentes, seguindo a tendência dos últimos dias e favorecendo a formação de áreas de instabilidade a partir da tarde. A menor temperatura prevista é de 19 ºC em Guarapuava, enquanto Paranaguá, Guaíra e Foz do Iguaçu devem registrar as maiores temperaturas, chegando a 25 ºC.

-- 2 Notícia --

Com o fim do fenômeno El Niño, que predominou durante o verão, o cenário climático global dá lugar ao La Niña, caracterizado pelo resfriamento das águas do oceano Pacífico Equatorial, atingindo o ápice na primavera. Segundo Reinaldo Kneib, meteorologista do Simepar, a temperatura média do ar tende a ficar próxima ou ligeiramente acima da normalidade climatológica, exceto na região litorânea, onde permanece o padrão para a estação. Prevê-se alguns períodos de temperaturas elevadas, enquanto as manhãs e noites se tornam progressivamente mais frias.

Quanto ao regime de chuvas, espera-se que siga a normalidade climatológica no Litoral, na Capital e na Região Metropolitana, enquanto nas demais regiões a precipitação deve ficar abaixo da média. O outono paranaense costuma ser caracterizado pela redução no volume de chuvas em relação ao verão, devido ao deslocamento de massas de ar frio e seco. Maio é tipicamente o mês mais chuvoso, com as maiores precipitações ocorrendo no Sudoeste e Oeste e as menores no Norte.

-- 3 Notícia --

Durante a estação, as massas de ar frio e seco provenientes da Antártica e/ou do Sul da América do Sul avançam em direção ao Paraná, provocando quedas de temperatura e períodos frios. Geadas podem ser esperadas nas regiões mais altas, como Sul, Centro-Sul e Campos Gerais.

O Simepar oferece informações atualizadas sobre as condições do tempo em seu site, incluindo previsões para até quinze dias por município e região do Paraná, bem como imagens de satélite, radar, raios, modelo numérico e telemetria (temperaturas e chuvas). Previsões diárias também são divulgadas no podcast Simepar Informa.

-- 4 Notícia --

Em relação à agrometeorologia, o Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR-Paraná) destaca que o milho segunda safra deve ter um bom desenvolvimento e boa produtividade, apesar dos riscos de eventos meteorológicos extremos, como geada precoce ou veranico intenso. A cultura do feijão segunda safra também pode ser afetada negativamente em caso de escassez de chuva e frio precoce intenso. Já a cultura do trigo deve se desenvolver normalmente, sendo adaptada ao outono/inverno e tolerante a veranicos e episódios de frio intenso.

Em maio, o serviço Alerta Geada, desenvolvido pelo IDR-Paraná e Simepar, entrará em operação, fornecendo informes sobre a intensidade de geadas em todas as regiões do Paraná, com antecedência de até 72 horas. As mensagens serão enviadas por celular e e-mail para usuários cadastrados, auxiliando na proteção das culturas sensíveis às baixas temperaturas.

Confira os valores médios históricos de chuva (faixa de variação), temperaturas do ar mínimas e máximas para cada região do Paraná nos meses de abril, maio e junho:

-- 5 Notícia --
você pode gostar também

Comentários estão fechados.