Foragido por abuso sexual em Mangueirinha é preso no Paraguai


Na manhã desta sexta-feira (16), a Polícia Civil do Paraná (PCPR) e a Polícia Nacional do Paraguai efetuaram a prisão de um homem de 48 anos condenado a uma pena de 32 anos de reclusão por sua participação em crimes de estupro de vulneráveis ocorridos na cidade de Mangueirinha.

-- 2 Notícia --

A prisão aconteceu na cidade de Santa Rita, distrito do Paraguai, a aproximadamente 75 km de Foz do Iguaçu/PR. A ação foi desencadeada com base em informações fornecidas pela equipe de investigação da Delegacia de Mangueirinha. O foragido, conforme informações, teria fugido para o Paraguai ao tomar conhecimento da condenação. No local encontrado, ele se passava por um pastor de uma igreja evangélica.

Ele foi alvo de investigação pela delegacia de Mangueirinha devido ao crime de abuso sexual cometido entre os anos de 2017 e 2018. Na ocasião, o agressor se aproveitou do grau de parentesco que mantinha com as vítimas, as quais, à época dos incidentes, tinham 10 e 11 anos de idade.

-- 3 Notícia --

Após a prisão, o homem foi encaminhado pela polícia do Paraguai ao presídio de Santa Rita, o qual aguardará os trâmites referentes à transferência para o Departamento de Polícia Penal do Estado do Paraná ( DEPPEN) para o cumprimento de sua pena de prisão.

A PCPR solicita a colaboração da população com informações que auxiliem em casos de violência sexual e demais delitos, bem como para a localização e captura de foragidos da Justiça. As denúncias podem ser feitas de forma anônima através do 197, da PCPR, ou 181 do Disque Denúncia.

-- 4 Notícia --
-- 5 Notícia --
você pode gostar também

Comentários estão fechados.