Universo do eSports cresce no Paraná com a presença de atletas profissionais em alguns jogos

O estado do Paraná sempre teve uma forte abertura para as inovações tecnológicas, seja no setor público ou privado. Por conta disso, não é uma surpresa que a região esteja começando a ganhar espaço no mundo dos eSports. Essas competições de jogos eletrônicos se consolidaram no mercado brasileiro, e começaram a oferecer oportunidades profissionais aos interessados. Além de trabalhar nos bastidores dessa área, também é possível tentar uma carreira como atleta profissional, algo que os paranaenses estão buscando em alguns jogos específicos.

Segundo uma pesquisa realizada pelo site de esports bets da Betway , o Paraná possui uma alta popularidade em apenas dois jogos. O primeiro é o Rainbow Six: Siege, também conhecido como R6, onde a região ficou atrás apenas de São Paulo no número de entrevistados pelo levantamento. Enquanto os atletas paulistas representavam 42% do total, os paranaenses eram 16%. A diferença pode até parecer grande, mas o nível de investimento entre os dois estados justifica isso.

O segundo jogo popular é o Free Fire, que tem ganhado muito espaço em todo o país por ser gratuito e exclusivo para smartphones. Entre os 40 entrevistados para a pesquisa, oito deles eram de origem paranaense . Ou seja, a região possui 8% dos atletas no jogo, e só perde para São Paulo, Minas Gerais e Amazonas. A expectativa é que essa porcentagem aumente no futuro, e que o estado possa se aproximar dessas localidades que comandam o cenário.

Além de crescer nesses dois jogos, o Paraná também precisa de maior variedade. Em alguns dos games mais populares no mundo dos eSports, como o CS:GO e o League of Legends, a região não teve nenhuma presença na pesquisa do blog Betway Insider. Isso é um problema, pois esses costumam render mais patrocínios e premiações milionárias. A variedade é algo essencial para que um estado consiga virar uma referência nos jogos eletrônicos.

Um mercado em expansão

Esses números da pesquisa mostram que o Paraná está crescendo em um setor com grande potencial. Nos últimos anos, o eSports conseguiu um crescimento no Brasil e em todo mundo, se consolidando como uma área promissora. Por exemplo, em 2019, o faturamento mundial desse setor foi de US$ 957 milhões. Um alto valor, mas que pode ficar pequeno se comparado com o futuro. Algumas expectativas apontam que, até 2024, esse valor fique próximo dos US$ 2 bilhões.

O Brasil é um dos mercados mais importantes, principalmente pela audiência que os torneios conseguem por aqui. Apenas a China e os Estados Unidos, que possuem investimentos maiores, conseguem públicos superiores durante as transmissões. Segundo a empresa Newzoo, existem mais de 21 milhões de pessoas consumindo conteúdos de eSports diariamente por aqui. Um número que pode crescer ainda mais, principalmente com iniciativas como a do Paraná.

Uma prova que o mercado dos eSports já está se consolidando aconteceu em 2020, quando o mundo inteiro parou com a crise. O aumento nos espectadores virtuais cresceu quase 10%, e o interesse pelos torneios continuou em alta. O resultado causou impacto até mesmo neste ano, que voltou a registrar crescimento. A projeção para 2024 é que mais de 570 milhões de pessoas acompanhem torneios e organizações diariamente na internet.

Torneios no Brasil

Uma das principais formas de incentivar a expansão dos eSports no país é com a realização de torneios oficiais. O Campeonato Brasileiro de League of Legends, a Liga Brasileira de Free Fire e a Liga Nacional de Futebol Eletrônico, por exemplo, se transformaram em referência para outros jogos pelo grande sucesso. A criação desses torneios foi fundamental para o setor ganhar espaço entre os brasileiros, seja com o público ou com os atletas.

Isso mostra que não existe segredo para conseguir ampliar o alcance dos jogos eletrônicos no Brasil. O investimento financeiro é essencial, pois todos esses torneios que citamos possuem uma grande premiação e uma organização quase perfeita. São pontos fundamentais para mostrar que o eSports é tratado como algo importante, e não apenas como mais um entretenimento digital que cresceu nos últimos anos.

O Paraná possui um grande potencial neste mercado, principalmente com Free Fire e R6. As pesquisas mostram que a presença de atletas nesses dois jogos é um sinal positivo, mas que ainda pode melhorar. Afinal, o objetivo é copiar São Paulo, e dar espaço para todos os títulos populares do eSports, principalmente os que conseguem atrair mais público e patrocinadores.