Aprovação de Ratinho Júnior bate recorde e chega a quase 80%, aponta pesquisa

Pesquisa divulgada pelo Instituto Radar Inteligência, aponta que a aprovação do governador do Paraná, Ratinho Júnior (PSD), atingiu 79,7% no mês de março, entre o eleitorado paranaense. Conforme os dados, o percentual é um recorde, em se tratando de avaliação positiva do chefe do Executivo estadual.

-- 2 Notícia --

É o maior índice desde dezembro de 2022, quando teve início o acompanhamento pelo Instituto Radar Inteligência. Antes disso, a maior aprovação tinha sido registrada em junho do ano passando, quando atingiu 75,6%.

O Instituto Radar Inteligência entrevistou presencialmente 1.350 eleitores em 49 municípios do Paraná em março de 2024. Foram 635 homens e 715 mulheres, com idade entre 16 até mais de 59 anos. O grau de confiança da pesquisa é de 95,5%. A margem de erro é de 2,7 pontos percentuais.

-- 3 Notícia --

Avaliação negativa

A mesma pesquisa indica que a avaliação negativa de Ratinho Junior caiu ao menor nível já registrado. Entre os entrevistados, só 14,4% disseram desaprovar a atuação do governador, índice mais baixo desde junho de 2023, quando atingiu 19,9%.

-- 4 Notícia --

Ao serem questionados sobre como avaliam o governo, 60,3% dos entrevistados disseram que a administração é “boa” ou “ótima” e 8% “ruim” ou “péssimo”.

Levando em consideração os diferentes grupos demográficos entrevistados, a aprovação de Ratinho é maior entre o eleitorado mais velho, nas faixas etárias de 45 a 59 anos e acima de 59 anos, neste grupo ele teve avaliação “ótima” ou “boa” por 66,1% e 64,8%, respectivamente. A avaliação positiva é menor entre eleitores mais jovens, com 47,6% de “ótimo ” e “bom” dos entrevistados com idades entre 16 e 24 anos.

Presidenciável

Embora ainda faltem mais de dois anos para a eleição nacional, o governador do Paraná e apontado como um dos potenciais candidatos só Palácio do Planalto em 2026. Como está no seu segundo mandato, Ratinho Júnior não pode mais tentar permanecer à frente da gestão estadual. Outra opção para ele seria concorrer ao Senado.

Além de Ratinho Júnior, outros três governadores são apontados como potenciais herdeiros do eleitorado do centro à direita, já que o ex-presidente Jair Bolsonaro está inelegível por decisão da Justiça Eleitoral.

Dois deles também estão no segundo mandato: Romeu Zema (Minas Gerais) e Ronaldo Caiado (Goiás). Já Tarcísio de Freitas (São Paulo) ainda pode tentar renovar o seu mandato à frente do governo estadual.

-- 5 Notícia --
você pode gostar também

Comentários estão fechados.