Paraná liderou a importação de suínos de alta genética em 2023

O estado do Paraná consolidou sua posição de liderança no setor agropecuário em 2023, destacando-se na importação de suínos de alto valor genético. Com um investimento de cerca de US$ 4,1 milhões, o estado foi responsável por 74% dos US$ 5,5 milhões investidos em todo o Brasil nessa categoria. Esse valor superou significativamente os investimentos de outros estados como Minas Gerais, com US$ 1,3 milhão (23%), e São Paulo, com aproximadamente US$ 162 mil (3%). Notavelmente, Santa Catarina, outro grande estado produtor, não registrou importações nesse segmento em 2023.

-- 2 Notícia --

Os Estados Unidos emergiram como o principal fornecedor desses suínos para o Paraná, seguido pela Noruega e Canadá. Minas Gerais, por outro lado, importou seus animais exclusivamente da Dinamarca. O Paraná também se sobressaiu na exportação de genética, ocupando a segunda posição com receita de aproximadamente US$ 348 mil, atrás apenas de São Paulo, que liderou com US$ 416 mil. Os principais compradores foram países do Mercosul, com o Paraguai representando 67% das aquisições.

Essas informações foram destacadas no Boletim de Conjuntura Agropecuária, elaborado pelos técnicos do Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento (Seab), referente à semana de 16 a 22 de fevereiro.

-- 3 Notícia --

Além dos suínos, o boletim do Deral também enfatizou outros aspectos importantes do setor agropecuário do Paraná:

  1. Importação de Lácteos: As importações de lácteos em janeiro de 2024 se mantiveram em patamares elevados, alcançando 25,8 mil toneladas. Esse volume reflete a continuidade da tendência observada em 2023, quando a entrada de lácteos do Mercosul gerou discussões sobre as dificuldades enfrentadas pelo setor.
  2. Exportação de Soja: O Paraná registrou um recorde nas exportações do complexo soja em janeiro, com 1,25 milhão de toneladas enviadas ao exterior. Esse aumento é atribuído a uma colheita também recorde, impulsionada por condições climáticas adversas que anteciparam o ciclo de produção da soja.
  3. Custo de Produção de Frango: De acordo com dados da Embrapa Suínos e Aves, o custo de produção do frango vivo no Paraná em dezembro de 2023 foi de R$ 4,41 por quilo, representando um aumento de 1,01% em relação ao mês anterior, mas uma redução de 20,40% comparado a dezembro de 2022.
  4. Preço dos Ovos: O preço médio nominal do ovo tipo grande pago ao produtor foi de R$ 127,01 por caixa de 30 dúzias em janeiro de 2024, o que indica uma redução de 8,2% em relação a dezembro de 2023 e de 1,14% em comparação a janeiro de 2023.

Esses dados reforçam o papel crucial do Paraná no cenário agropecuário nacional, tanto em termos de importação de genética de alta qualidade quanto na exportação de produtos agropecuários.

-- 4 Notícia --
-- 5 Notícia --
você pode gostar também

Comentários estão fechados.