Paraná

Vice-governador apresenta desenvolvimento da infraestrutura paranaense em evento internacional de atração de investimentos

Foto: Camila Tonett

O vice-governador Darci Piana participou de painel que apresentou os eixos de investimentos, sustentabilidade e energia da Itaipu Binacional. Em sua fala, Piana destacou a expansão da economia paranaense e o desenvolvimento impulsionado por pacote de investimentos da Itaipu no Oeste do Estado.

Os investimentos no desenvolvimento econômico do Paraná foram o foco da participação do vice-governador Darci Piana no Fórum de Investimentos Brasil (BIF) nesta segunda-feira (1). Organizado pela Apex-Brasil, Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e Governo Federal, o evento é o maior fórum de atração de investimentos estrangeiros da América Latina, e foi transmitido entre os dias 31 de maio e 1 de junho de forma online.

Piana representou o Governo do Estado durante um painel que apresentou os eixos de investimentos, sustentabilidade e energia da Itaipu Binacional. A programação também incluiu o presidente da Sanepar, Cláudio Stabile, e o conselheiro da Itaipu, José Carlos Aleluia, contando com a mediação do diretor de coordenação da Itaipu, General Carbonell.

“Nesta nova gestão da Itaipu, iniciada pelo general Joaquim Silva e Luna, e agora com o General Ferreira, as parcerias com o Estado têm sido extraordinárias. A Itaipu é, sem dúvida, a grande indutora do crescimento do Oeste do Paraná”, ressaltou o vice-governador.

Em sua fala, Piana apresentou as diversas obras que integram o pacote de investimentos da Itaipu na infraestrutura paranaense, que ultrapassam R$ 1,4 bilhão. O objetivo da parceria com o Governo do Estado é impulsionar o desenvolvimento da região, acelerando a transformação do Paraná como um hub logístico da América Latina.

Entre as obras em andamento financiadas pela hidrelétrica, estão a segunda ponte de ligação do Brasil ao Paraguai, em Foz do Iguaçu, com valor de R$ 323 milhões; a nova Rodovia Perimetral Leste, que vai ligar a BR-277 à nova ponte, somando R$ 174 milhões; e a revitalização da Estrada da Boiadeira (BR-487), que liga Umuarama e Cascavel a Foz, cujo investimento no lote atual é de R$ 223,8 milhões.

Outra importante obra mencionada por Piana e já concluída foi a ampliação da pista do aeroporto de Foz do Iguaçu – agora a maior da região Sul – em 664 metros, permitindo voos internacionais. O investimento total foi de R$ 53,9 milhões, sendo 80% oriundos da Itaipu. Também está prevista no pacote a duplicação da Rodovia das Cataratas (BR-469).

ECONOMIA – O vice-governador também ressaltou a segurança jurídica, econômica, fiscal e política do Paraná para investimentos privados que compõem o contexto do avanço na infraestrutura e logística, contribuindo para uma economia cada vez mais plural.

“O Paraná é privilegiado no setor de energia. Existe uma grande quantidade de usinas hidrelétricas no baixo Iguaçu e outros rios, culminando, em Foz do Iguaçu, com a Itaipu — a usina que mais produz energia elétrica no mundo. Em consequência da abundância de energia, o Estado vem crescendo na sua industrialização, que por sinal é muito diversificada”, pontuou Piana.

Como exemplo, citou a presença de indústrias de automóveis, maquinário, motores, pneus, papel e celulose e implementos agrícolas, além da grande produtividade do agronegócio paranaense. Assim, Piana explicou que os investimentos realizados pela hidrelétrica se unem aos realizados pelo Estado, impulsionando a economia paranaense como um todo.

“A industrialização do agronegócio está em ampla expansão. Temos mais de R$ 6 bilhões de investimentos em novas plantas de frigoríficos de frango, sendo que o Paraná é o maior exportador da proteína no Brasil. Somam-se a esses valores em torno de 10 bilhões de investimentos públicos de capacidade própria do Estado”, acrescentou.

FÓRUM – Realizado anualmente, o BIF tem como objetivo atrair investimentos estrangeiros ao Brasil. Neste ano, o evento destacou oportunidades em setores estratégicos do País, como agronegócios, energia, infraestrutura, inovação, saúde e tecnologia. O evento é composto por painéis com autoridades públicas e do setor privado, e permite a apresentação de projetos que buscam investimentos no Brasil.

O Paraná esteve presente em outro painel, na segunda-feira (31), com a apresentação da Nova Ferroeste – que ligará Maracaju, no Mato Grosso do Sul, ao Porto de Paranaguá. A apresentação foi realizada pelo diretor de Desenvolvimento Econômico e Relações Internacionais e Institucionais da Invest Paraná, Giancarlo Rocco.

A Invest Paraná também presente no evento com um stand virtual sobre o Estado, atendendo potenciais investidores com colaboradores e representantes da Ferroeste e Copel.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima