Pato Branco

Nova subestação em Pato Branco irá suprir aumento da demanda de energia

A Subestação Bela Vista 138 kV está sendo construída entre os bairros Cristo Rei e Novo Horizonte - Foto: Assessoria

Quem circula pela zona Sul de Pato Branco tem acompanhado a obra de construção da Subestação Bela Vista 138 kV, da Copel, entre os bairros Cristo Rei e Novo Horizonte.

De acordo com a assessoria, a construção da subestação teve início em maio do ano passado e tem previsão de conclusão para o segundo semestre deste ano.

A nova subestação vai contar com dois transformadores com capacidade de transformação de 20,83 MVA (megavolt-ampère). Isso vai garantir o aumento da energia disponível para atender o aumento da demanda em Pato Branco, com a entrada de novos consumidores.

Também está sendo construída uma Linha de Distribuição de Alta Tensão 138 kV ligando a subestação Bela Vista à linha de transmissão que vem de Clevelândia. 

Unidades consumidoras

De acordo com a Copel, a entrada em operação dessa subestação será um reforço à continuidade do fornecimento de energia para a região. Pato Branco já conta com a Subestação Bortot 230 kV, que atende atualmente cerca de 50 mil unidades consumidoras, e que vai continuar operando.

Quedas de energia

Sobre as recorrentes quedas de energias que têm ocorrido em Pato Branco, a assessoria explicou que “o sistema de operação da Copel é georreferenciado, então para uma análise de causas de interrupções de fornecimento, é necessário a indicação do local onde houve a falha. Eventualmente podem ocorrer interrupções curtas, mas que a rede automatizada da Copel executa a reconfiguração e restabelece o sistema”.

Convênio

Na segunda-feira (12) a Copel firmou um convênio de cooperação técnica com a Administração Nacional de Eletricidade (ANDE), empresa de energia do Paraguai, para trocar experiências e conhecimento nas áreas de distribuição, geração, comercialização e transmissão de energia.

Pelo convênio, as duas empresas vão compartilhar informações e experiências técnicas, fomentar a capacitação de profissionais e estudar novas tecnologias e possibilidades nos segmentos de distribuição, geração, comercialização e transmissão de energia. Além do convênio geral, foram assinados acordos de cooperação técnica para o futuro.

Copel e ANDE possuem um histórico de cooperação que começou em 1969. Além da colaboração técnica, as empresas estão fisicamente conectadas: uma linha de 138 kV interconecta à Subestação Acaray, em Cidade do Leste, com a Subestação de Foz do Iguaçu, da Copel.

Eficiência energética

Além disso, a Copel está à procura de oportunidades de negócio na área de eficiência energética. A Companhia abriu nesta semana uma chamada pública para avaliar o mercado e empresas que possuam projetos no segmento.

As oportunidades de negócio abrangem diferentes fases de atuação, como diagnósticos, análise técnica, desenvolvimento, implantação e monitoramento de projetos de eficiência. 

Podem participar da Chamada Pública empresas interessadas que atuem no mercado de eficiência energética, possuam negócios relacionados à eficiência energética e tenham interesse em alienar participação no negócio. As inscrições vão até 27 de maio e todas as informações podem ser encontradas no site da Copel.

Um comitê técnico da Companhia vai analisar cada um dos projetos inscritos. A avaliação será feita com base em critérios como as características técnicas do negócio, o porte, o potencial de retorno financeiro e os riscos, entre outros.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima