Pato Branco tem saldo positivo na geração de empregos em janeiro

O Ministério do Trabalho divulgou o desempenho do mercado de trabalho no país no mês de janeiro. O relatório mostra que Pato Branco iniciou o ano de 2024 com saldo positivo na geração de empregos, conforme o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

-- 2 Notícia --

Os setores de construção, serviços e indústria foram especialmente influentes nesse resultado.

Em janeiro houve 102 novos postos de trabalho criados, relativos ao saldo de 1.872 admissões frente a 1.770 demissões.

-- 3 Notícia --

O destaque ficou com o segmento de serviços que gerou ao todo 592 novas vagas, enquanto o setor da construção registrou o menor número de desligamentos, com apenas 173, em comparação com 279 admissões.

A Agência do Trabalhador mais uma vez se destacou na região. No mês de fevereiro, a unidade de Pato Branco ficou em primeiro lugar no ranking estadual das Agências do Trabalhador, com um total de 414 trabalhadores colocados no mercado de trabalho.

-- 4 Notícia --

Paraná

Em janeiro de 2024, o estado do Paraná apresentou um saldo positivo de 20.198 vagas com carteira assinada, de acordo com os dados divulgados. Esse resultado foi alcançado graças às 166.747 admissões registradas, em contrapartida às 146.549 demissões ocorridas no mesmo período. Em janeiro do ano anterior foram 6.369 novos postos.

O setor de serviços também foi o grande protagonista, gerando um saldo de 11.345 postos de trabalho. Em seguida, a indústria registrou 5.409 novas vagas, seguida pela construção civil, que contribuiu com 3.498 empregos, e pela agropecuária, com um total de 1.032. Entretanto, o setor do comércio foi o único a apresentar saldo negativo em janeiro de 2024 no Paraná, registrando -1.086 vagas.

Brasil

Em todo o país, de acordo com os dados do Caged, o resultado foi de 180.395 novas vagas, como saldo resultante de 2.067.817 admissões e 1.887.422 desligamentos no mês, ficando o saldo positivo em 25 das 27 unidades de federação. Acre e Maranhão tiveram saldos negativos.

A análise a partir das regiões mostra que as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste foram responsáveis por aproximadamente 91% da geração de novos postos. A região Sul gerou 67.218 novas vagas, o Sudeste 57.243, enquanto o Centro-Oeste 40.026 novos postos. A região Norte gerou 4.296 novas posições de trabalho, enquanto o Nordeste gerou 11.606.

-- 5 Notícia --
você pode gostar também

Comentários estão fechados.