Saúde

Grupo Plátano instala setor de biologia molecular em Pato Branco para realização de PCR

O objetivo é, além de complementar todo o arsenal para diagnóstico da covid-19, acelerar o processo do exame que é considerado padrão ouro

Desde o início da pandemia, o Grupo Plátano, que é representado em nossa região pelos laboratórios Biocenter, Aldes, Gram, Policlínica e Labsal, foi precursor na realização de exames para a detecção de infecção por Sars-COV-2, o novo coronavírus, causador da covid-19. Entre os testes estão a pesquisa de anticorpos quantitativa automatizada; a pesquisa de antígeno, que é o teste rápido realizado com ajuda do swab, aquele “cotonete” longo, para quando realmente há uma necessidade grande de agilidade do resultado em poucos minutos ou no máximo em 2 horas ou 3 horas; e a PCR, que é, sem dúvida alguma, considerado o melhor método diagnóstico. Contudo, o resultado era um pouco mais demorado.

Para agilizar ainda mais o processo, o Plátano instalou em Pato Branco um setor de biologia molecular, no qual se realiza a RT-PCR, ou PCR para o vírus da covid-19. Com isso, os resultados ficam prontos normalmente no mesmo dia, dependendo do horário da coleta.

Conforme Jardel Bordignon, diretor técnico do Grupo Plátano, professor do curso de Farmácia do IFPR Campus Palmas e de Medicina do Unidep, esse é considerado o melhor método para a detecção do vírus no trato respiratório. “Existem basicamente dois testes adequados para os primeiros dias de sintomas da covid-19: a PCR; e a pesquisa de antígeno. A diferença entre eles é que a PCR é considerado padrão ouro porque é um exame genético, com tecnologia mais avançada, que detecta alguns fragmentos genéticos do vírus causador da covid-19. Ele não tem chance do resultado falso positivo e é o que tem a melhor sensibilidade, ou seja, a maior chance de detecção do vírus. Então, quando comparado a pesquisa de antígeno, ele é superior”, esclarece o especialista.

Ambos os testes devem ser realizados idealmente nos primeiros dias de sintomas, entre o terceiro e o quinto dia, melhor momento para a investigação da covid-19.

Para sua realização, esse é um exame coberto pelos planos de saúde quando o paciente apresenta sintomas. Nesse caso, é necessária a solicitação médica e a prévia autorização pelo plano de saúde. Caso for particular, basta apenas procurar uma das unidades do Grupo Plátano.

“Como estamos realizando a PCR dentro da nossa estrutura, o prazo ficou ainda mais curto, trazendo mais rapidez para o diagnóstico. As amostras coletadas no período da manhã tem seus resultados liberados normalmente até às 22h. Amostras coletadas no período da tarde são liberadas durante o final da noite, madrugada”, explica Jardel.

As coletas de PCR estão sendo realizadas todos os dias, conforme explica o especialista. “Temos plantão todos os fins de semana e feriados, para que nos possamos realmente dar essa resposta rápida, que é fundamental para o combate à pandemia, uma vez que, tendo um diagnóstico preciso e rápido, o paciente consegue se isolar mais rapidamente e também procurar o seu médico para as condutas adequadas”, acredita. “Contamos com os melhores métodos diagnósticos para a covid-19. O que estava faltando aqui na nossa região era a realização da PCR local. Hoje, com certeza, temos todo o arsenal de auxílio para o diagnóstico desta doença”, finaliza.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima