Porto de Rio Grande movimenta 20,8 mi de t no 1º semestre, recorde para o período

O Porto de Rio Grande, administrado pela Portos RS e maior terminal do Rio Grande do Sul, movimentou no primeiro semestre do ano 20,81 milhões de toneladas. Segundo a empresa, foi o maior volume registrado entre janeiro e junho da história do terminal. As informações foram divulgadas nesta quarta-feira, 21, em nota pela Portos RS, que administra os terminais portuários de Porto Alegre, Pelotas e Rio Grande.

Do montante total escoado pelo porto de Rio Grande, 7,10 milhões de toneladas foram em carga geral, 12,07 milhões de toneladas em granéis sólidos e outro 1,63 milhão de toneladas em granéis líquidos. De acordo com a Portos RS, a soja em grão lidera as exportações do terminal, mas as cargas de madeira registraram o maior aumento porcentual no período, de 315%, na comparação com os primeiros seis meses do ano passado. Houve também aumento no volume exportado de trigo (69%), farelo de soja (24%), fumo (24%) e cavaco de madeira (21%). A China foi o principal destino das cargas exportadas pelo porto de Rio Grande no primeiro semestre, com 57% de participação.

Ainda conforme a nota, o complexo portuário de Pelotas também registrou movimentação recorde no primeiro semestre do ano, com 704,63 mil toneladas, aumento de 32,3% na comparação com igual período do ano passado. Com relação aos produtos movimentados pelo cais, o destaque é a tora de madeira (559,1 mil t), seguido pelo clínquer (128,7 mil t) e pela soja em grão (24,7 mil t).

Já o porto de Porto Alegre movimentou volume 28,3% maior nos primeiros seis meses do ano em relação ao primeiro semestre de 2020. Os fertilizantes lideram o ranking de cargas, com 399,2 mil toneladas. Na sequência constam cevada (84,3 mil t), trigo (32,1 mil t), sal (20,3 mil t) e outros tipos de cargas (463 t).