Acessibilidade é destaca em comemorações do Dia Nacional dos Surdos

A Tribuna Livre da sessão da quarta-feira (22), da Câmara de Pato Branco, espaço destinado para participação dos cidadãos, foi utilizada por Vagner Bartokoski, para destacar o Dia Nacional dos Surdos, celebrado em 26 de setembro.

Vagner Bartokoski é surdo-mudo e fez a sua comunicação em Libras, traduzida aos presentes pela intérprete Zenaide da Rocha Fragata Miranda, que já realiza a comunicação em Libras de todas as sessões e eventos realizados pela Casa, para os cidadãos presentes e para os que acompanham por meio das redes sociais. 

Ele fez um resgate da evolução da acessibilidade ao longo dos anos, em instituições públicas e privadas, nacional e municipalmente, ressaltando a atuação da Câmara de Vereadores neste processo que, por meio da Resolução nº 6, de 11 de setembro de 2018, “estabeleceu a tradução simultânea das sessões ordinárias, extraordinárias e solenes e das audiências públicas da Câmara Municipal de Pato Branco, em Libras (Língua Brasileira de Sinais), com transmissão pelo sítio eletrônico da Câmara Municipal de Pato Branco”.

Além disso, está tramitando na Casa o Projeto de Lei nº 128, de 2021, de autoria da vereadora Maria Cristina de Oliveira Rodrigues Hamera (PV), que pretende criar uma central de intérpretes da Língua Brasileira de Sinais, em Pato Branco. Projeto que foi destacado por Bartokoski, como um garantidor da acessibilidade das pessoas Surdas em espaços públicos como delegacias, Unidade de Pronto Atendimento (UPA), Judiciário e prefeitura.

Para ele, grandes conquistas já foram alcanças, mas ainda muito pode ser feito para garantirmos a inclusão de todos os cidadãos, promovendo dignidade e respeito.

Surdez

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE) divulgados em 2020, mais de 10 milhões de pessoas tem algum problema relacionado a surdez, ou seja, 5% da população é surda. Entre essas pessoas, 2,7 milhões não ouvem nada. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a estimativa é de que 900 milhões de pessoas no mundo todo podem desenvolver surdez até 2050.

Em Pato Branco, somente a Associação de Surdos de Pato Branco possui aproximadamente 80 associados, de crianças a idosos.