A vereadora Thania Maria Caminski Ghelen (DEM) utilizou o espaço do grande expediente na sessão dessa quarta-feira (30), da Câmara Municipal de Pato Branco, para explanar sobre o ‘processo de vitória no TSE’.

Segundo ela, a decisão favorável ocorreu no dia 25 de junho, com entendimento de forma unânime quanto a sua elegibilidade. A vereadora foi eleita com 1.148 votos, a quarta entre os mais votados, mas naquela oportunidade foi constatada dupla filiação partidária, porém logo que soube do problema Thania entrou com recurso.

Manutenção do mandato

Agora o TSE exarou parecer favorável à manutenção do seu mandato como representante junto à Casa de Leis de Pato Branco.

“Fui eleita democraticamente, com votos suficientes, como os nobres colegas de legislatura e, agora mais do que nunca, com mandato efetivamente confirmado pelo TSE, como de direito”, disse Thania. A vereadora também agradeceu todos os apoios que recebeu durante este período e reafirmou, mais uma vez, seu compromisso em trabalhar pelos pato-branquenses, buscando melhorias na qualidade de vida e no desenvolvimento de nossa cidade.