Polícia Ambiental apreende serraria móvel e madeiras na região

Policiais Ambientais realizaram no último sábado, em Manfrinópolis, vistoria em uma propriedade. No local, foram apreendidas uma serraria móvel e madeiras, com o proprietário multado em R$ 119 mil.

Conforme a Polícia Ambiental, foram localizados 61 metros cúbicos de madeira nativa, entre troncos de árvores, material lenhoso e tábuas beneficiadas. Constatou-se que as madeiras eram das espécies Araucária, Loro, Açoita Cavalo, Canafístula e Angico. As madeiras estavam sendo beneficiada com a utilização de uma serraria móvel clandestina, acoplada em um trator.

Os policiais notificaram o proprietário em cerca de R$ 19 mil pelo corte das madeiras e R$ 100 mil pela operação da serraria. Ele foi conduzido para lavratura de Termo Circunstanciado pela prática de crimes ambientais. O material apreendido será, na sequência, destinado a entidades sem fins lucrativos e a Justiça poderá dar por perdidos o trator e a serraria móvel.

A Polícia Ambiental alerta os proprietários de máquinas utilizadas para práticas de crimes ambientais, tais como dragas, tratores de esteira e similares. Caso sejam surpreendidos ou constatada a utilização de tais maquinários, os mesmos serão apreendidos e não poderão ser utilizados enquanto perdurar o processo, bem como a multa aplicada é no mesmo valor da correspondente ao crime ambiental.

Somente nesses primeiros meses do ano de 2021, já foram apreendidas pela Polícia Ambiental do Sudoeste quase três dezenas de máquinas utilizadas para a prática de crimes. (Assessoria)