Na Alemanha, índice IFO de sentimento das empresas cai a 100,8 em julho

O índice de sentimento das empresas da Alemanha caiu de 101,7 pontos em junho para 100,8 pontos em julho, segundo pesquisa divulgada nesta segunda-feira pelo instituto alemão IFO. O resultado deste mês ficou aquém da expectativa de analistas consultados pelo Wall Street Journal, que previam avanço do indicador a 102,5 pontos.

O chamado subíndice de expectativas econômicas do IFO recuou de 103,7 pontos em junho para 101,2 pontos em julho, enquanto o subíndice de condições atuais subiu de 99,7 para 100,4 pontos no mesmo período.

“Gargalos de oferta e preocupações com o aumento do número de infecções por covid-19 estão pesando na economia alemã”, disse o presidente do IFO, Clemens Fuest. As empresas avaliaram sua situação atual de negócios como melhor, mas suas expectativas para os próximos meses eram significativamente menos otimistas, ressaltou o instituto.

A pesquisa mensal do IFO envolve cerca de nove mil empresas dos setores de manufatura, serviços, comércio e construção. Fonte: Dow Jones Newswires.