Pato Branco

Reunião orienta agricultores de como utilizar produto para combater o mosquito borrachudo

Reunião orienta agricultores de como utilizar produto para combater o mosquito borrachudo (Crédito: Júlia Heimerdinger)

Na quarta-feira (21) aconteceu uma reunião na Sociedade Rural de Pato Branco, com representantes das Secretarias Municipais de Agricultura, Meio Ambiente e lideranças de comunidades rurais, para orientação dos agricultores de como utilizar produtos biológicos para combater o mosquito borrachudo.

Segundo o secretário da Agricultura, Clodomir Ascari, há vários anos está sendo realizada essa medida para amenizar a situação dos mosquitos borrachudos no interior do município. Neste ano, o mosquito está mais agressivo, uma das possibilidades pode ser a onda de calor que está atingindo todo o Brasil.

Os borrachudos para nascer e se desenvolver precisam de água em movimento. “A gente precisa agir com esse produto, que é um produto biológico, atuando de maneira biológica nos rios. A larva do mosquito se desenvolve dentro da água, por esse motivo que a aplicação do produto deve ser realizada dentro da água”, explica Ascari e também comenta que não há outra alternativa para conter os mosquitos, sendo essa a ação encontrada menos agressiva para o meio ambiente.

Foi explicado para os agricultores como aplicar o produto em rios e córregos que cortam as propriedades, além da dosagem necessária para cada área, dando destaque ao fato de que a medição da largura dos rios precisa ser considerada. Depende da infestação é necessário realizar mais doses do produto.

As 34 comunidades do interior serão contempladas com o produto, porque caso contrário, não tem eficiência a aplicação. Dando destaque ao fato de que todas as localidades devem receber, e principalmente aplicar o produto simultaneamente para a garantir a eficácia.

O secretário explica que em poucas horas após a aplicação do produto, já é evidente o efeito. “A larva é bem pequena e quase transparente, e ela fica contra a correnteza. Ela consome todos os nutrientes presentes na água, e quando é aplicado o produto, ele entra no bicho e rompe as paredes do intestino, provocando uma hemorragia, assim matando a larva”, acrescenta dizendo que é a fêmea que pica as pessoas, pois ela precisa do sangue para poder fertilizar os ovos.

Ascari finaliza dizendo que uma possibilidade que também ameniza os mosquitos borrachudos é colocar peixes nos rios, pois eles são predadores das larvas. O uso de predadores é um processo que mantêm o equilíbrio natural.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima