Região

Sudoeste tem aumento de quase 300% na geração de emprego

Após os meses de março, abril e maio terem registrado mais demissões do que contratações, o Sudoeste voltou a empregar. E, de junho para julho, foram mais de 600 contratações formais, chegando assim a um saldo positivo de 1.076 admissões

Em julho, a região sudoeste do Paraná realizou muito mais contratações formais do que demissões. Em comparação com o mês anterior, houve um aumento de cerca de 300% nas admissões.

Enquanto houveram 3.890 desligamentos em toda a região, no mês de julho, aconteceram 4.966 admissões formais, fechando assim um saldo positivo de 1.076 contratações.  Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Entre os municípios do Sudoeste, Palmas [239], Francisco Beltrão [196], Pato Branco [97] e Ampére [54] foram os que se destacaram no levantamento feito pelo Ministério da Economia, apresentando um saldo maior de contratações em comparação com o de demissões.

Saldos acumulados

Desde março, em que houve uma queda brusca nas contratações na região, passando de um saldo positivo de 1. 251 em fevereiro para -129 naquele mês, a região Sudoeste ainda não havia voltado a registrar um bom índice de admissões formais, pois, em junho, mesmo que tenha registrado um saldo positivo, os dados ainda eram abaixo da média costumeiramente registrada na região.

Julho foi o primeiro mês após maio — com maior saldo negativo até o momento, chegando a -3.106 — a registrar um saldo positivo próximo ao que era apontado em 2019, quando a economia estava contratando muito mais do que demitindo.

Ampére

Entre os municípios do Sudoeste, Ampére chamou a atenção por registrar, nos dados do Caged, um saldo positivo após quatro meses consecutivos no negativo. O saldo atual do Município [54] foi maior do que do Município de Dois Vizinhos [38], que também costuma contratar mais do que demitir.

Para o gerente na Agência do Trabalhador no Município, Valnei Pagno, o índice positivo é reflexo do município estar de tornando um polo industrial, onde atuam empresas de ponta tanto no ramo de vestuário quanto moveleiro. “Temos o privilégio de contarmos com empresas sólidas atendendo tanto o mercado nacional como internacional”, disse explicando que são as demandas dos setores que mais se destacam no município que causaram novas contratações.

Municípios destaques

Apesar do saldo de Pato Branco ser pequeno, em comparação com outros municípios da região, o Município foi o que mais contratou em todo o Sudoeste em julho. Ao todo, 1.052 pessoas foram admitidas formalmente, ou seja, tiveram sua carteira de trabalho assinada. Porém, o número de demissões também foi alto, sendo contabilizados 955 desligamentos.

Atrás de Pato Branco, Francisco Beltrão foi o segundo que mais contratou na região. O Município admitiu 855 pessoas enquanto demitiu 659 trabalhadores.

Palmas, com 513 contratações e 274 desligamentos, e Dois Vizinhos, com 458 admissões e 420 demissões, foram os outros dois municípios com melhor saldo no Sudoeste, no mês de julho.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para cima